Páginas

domingo, 8 de julho de 2018

PROVA SOBRE TECTONISMO E VULCANISMO


Texto 1

TERREMOTOS
A escala Richter foi criada em 1935 pelo sismólogo estadunidense Charles F. Richter, integrante do Instituto de Tecnologia da Califórnia. Richter, para a realização de sua escala, analisou as ondas sísmicas e coletou números de vários terremotos anteriormente registrados. Essa escala foi desenvolvida para medir a magnitude dos terremotos, que consiste no ato de quantificar a energia liberada no foco do terremoto.
É uma escala que se inicia no grau zero e é infinita (teoricamente), no entanto, nunca foi registrado um terremoto igual ou superior a 10 graus na escala Richter.
O poder de destruição de um terremoto não está relacionado apenas à sua magnitude, ou seja, nem sempre um sismo de maior magnitude será mais destrutivo que um de menor magnitude.
Vários fatores influenciam nesse fenômeno: profundidade do hipocentro (ponto interior onde ocorre a fratura principal), a distância entre o ponto e o epicentro (local onde é registrada a maior magnitude dos abalos), as condições geológicas e a estrutura de engenharia dos edifícios atingidos.
Em locais habitados, os terremotos podem ter, na maioria das vezes, os seguintes efeitos:
- Inferiores a 3,5 graus: raramente são notados.
- De 3,5 a 5,4 graus: geralmente sentido, mas raramente causa danos.
- Entre 5,5 a 6 graus: provocam pequenos danos em edifícios bem estruturados, no entanto, seus efeitos são arrasadores em edifícios de estrutura precária, sem mortes ou poucas.
- De 6,1 a 6,9 graus: causa destruição em áreas de até 100 quilômetros de raio, pode haver feridos ou mortos.
- De 8 a 8,5 graus: é considerado um abalo fortíssimo, causando destruição da infraestrutura, pode haver mortes.
- De 9 graus: destruição total e muitas mortes.
Em 11 de março de 2011, às 14:46 (2:46 em Brasília), o Japão foi atingido por um terremoto que causou um tsunami. As ondas invadiram a cidade e provocaram mortes e a destruição de casas e ruas. Autoridades japonesas divulgaram que 9.079 pessoas morreram e milhares ficaram feridas. Esses danos só não foram piores porque o país possui construções de boa qualidade e realiza treinamentos (simulações) com a população de como agir durante terremotos.
Por Wagner de Cerqueira e Francisco

1- O Terremoto que atingiu o Japão em 2011 pode ser considerado de magnitude:
(A)   3,5 a 5,4 graus na escala Richter.
(B)   5,5 a 6 graus escala Richter.
(C)   6,1 a 6,9 escala Richter.
(D)  9 graus escala Richter.

2- Quando um terremoto provoca pequenos danos em edifícios bem estruturados, no entanto, seus efeitos são arrasadores em edifícios de estrutura precária, sem ou poucas mortes, é considerado na escala Richter de magnitude:
(A)   3,0 a 5,4 graus.
(B)   5,5 a 6 graus.
(C)   6,1 a 6,9 graus.
(D)  9 graus.
  
3- De acordo com o texto assinale a alternativa correta.
(A)   Terremotos sempre causam grandes estragos as cidades.
(B)   A escala Richter foi criada para medir a intensidade dos tsunamis.
(C)   A escala Richter foi criada em 1935 pelo sismólogo estadunidense Charles F. Richter.
(D)  Um terremoto de 3,5 a 5,4 graus na escala Richter causa destruição em áreas de até 100 quilômetros de raio.

Observe a imagem



4- A placas tectônicas se movimentam em várias direções. A imagem acima indica que tipo de movimento?
(A)   Divergente.
(B)   Convergente.
(C)   Insurgente.
(D)  Transformante.

5- O profissional que estuda os tremores de terra e das ondas sísmicas é chamado de:
(A)   Vulcanólogo.
(B)   Sismólogo.
(C)   Geólogo.
(D)  Pedólogo.

Observe a imagem das Placas Tectônicas

 
6- Com relação ao movimento das placas tectônicas assinale a alternativa correta.
(A) A placa Sul-americana movimenta-se em direção a placa Africana.
(B) A placa de Nazca movimenta-se em direção a placa Sul-americana.
(C) A placa Norte-americana se choca com a placa Euroasiática.
(D) A placa de Nazca se choca com a placa do Pacifico.

7- O Brasil localiza-se em qual placa tectônica?
(A)   Nazca.
(B)   Pacífica.
(C)   Caraíbas.
(D)  Sul-americana.
(E)   Norte-americana.

8- Sobre o movimento das placas tectônicas marque a alternativa errada.
(A)   Quando uma placa choca-se com outra, origina-se o movimento divergente.
(B)   Quando uma placa afasta-se de outra, origina-se o movimento divergente.
(C)   O movimento convergente pode formar dobramentos como grandes cadeias de montanhas.
(D)  Quando duas placas deslizam uma na outra origina-se o movimento transformante.

9- Sobre as 3 camadas que dividem a Terra preencha as lacunas corretamente e assinale a alternativa correta.
A ____________ é a camada sólida superficial da Terra, ela costuma ser comparada a _____________ de um ovo e pode chegar até 80 Km de espessura.
O ____________ é a camada interna da Terra, é formado por materiais bem mais densos com predomínio de níquel e ferro.
O ____________ está localizado entre a crosta e o núcleo, sua profundidade pode variar entre 70 km até 2900 km encontrando-se na forma viscosa sendo formado por magnésio e ferro.

A sequência correta, respectivamente, é:
(A) Núcleo, Clara, Manto e Crosta.
(B) Crosta, Gema, Núcleo e Manto.
(C) Crosta, Casca, Manto e Núcleo.
(D) Crosta, Casca, Núcleo e Manto.

Texto 2
VULCÕES

Vulcão é uma abertura na crosta terrestre, de formato montanhoso, por onde saem magma, cinzas, gases e poeira. Esta estrutura geológica é formada, geralmente, a partir do encontro entre placas tectônicas. 
Quando um vulcão entra em erupção (em atividade) pode provocar terremotos e lançar na atmosfera grande quantidade de materiais magmáticos, gerando uma ameaça para as populações que moram próximas. 
Os principais vulcões do mundo são: Etna (Sicília), Monte Fuji (Japão), Kilauea (Havai), Krakatoa (Indonésia), Monte Pinatubo (Filipinas), Vesúvio (Itália), Ojos Del Salado (Chile) e El Chichon (México).
O vulcão mais alto do mundo é o Ojos Del Salado. Ele está localizado no Chile e possui 6.893 metros de altura. Ele é um vulcão ativo, porém sua última erupção ocorre há cerca de 1.300 anos.
O cientista especialista no estudo de vulcões é conhecido como vulcanólogo. A ciência que estuda os vulcões (origem, erupções, lançamento de lava, etc.) é a Vulcanologia.

10- Atualmente (2018) um vulcão assombrou a ilha Havaiana no Oceano Pacífico e foi noticiário nos telejornais de todo mundo. O vulcão mencionado foi:
(A)   Fuji.
(B)   Chichon.
(C)   Kilauea.
(D)  Etna.

11- Assinale (V) para as afirmativas Verdadeiras e (F) para as afirmativas Falsas.
(           ) O núcleo é composto de níquel e ferro.
(           ) O manto da Terra encontra-se de forma sólida.
(          ) A cada 30m de profundidade a temperatura aumenta 1°C.
(           ) A temperatura no interior da Terra chega apenas a 1000°C.

12- Leia o texto.

Um forte tremor de magnitude 8,9 atingiu nesta sexta-feira a costa nordeste do Japão, segundo o Serviço Geológico dos EUA (USGS), gerando ondas gigantes com potencial destrutivo de até dez metros de altura que varreu a costa do país, matando pelo menos 288 pessoas e causando destruição.

Os fenômenos naturais citados no texto são causados quando ocorre colisão entre duas placas tectônicas no fundo do mar. Esses fenômenos são chamados de:
a) Furacão e tornado.
b) Tsunami e Terremoto.
c) Erupção vulcânica e avalanches.
d) Enchentes e Deslizamento de terra.

13- Verifique a figura e associe às numerações correspondentes as camadas da Terra.

 
(A) 1-Crosta, 2-Núcleo e 3-Manto.
(B) 2-Crosta, 3-Manto e 1-Núcleo.
(C) 3-Núcleo, 2-Crosta e 1- Manto.
(D) 1- Crosta, 2-Manto e 3-Núcleo.

Texto 3
DERIVA CONTINENTAL

Teoria criada pelo meteorologista alemão Alfred Wegener, chamada de deriva continental, na qual ele afirmou que há, aproximadamente, 250 milhões de anos não existia separação entre os continentes, ou seja, havia uma única massa continental, chamada de Pangeia e um único Oceano, o Pantalassa.
Depois de milhões de anos houve uma fragmentação surgindo dois megacontinentes chamados de Laurásia e Godwana, e apartir daí os continentes foram se movendo e se adequando às configurações atuais.
O ponto crucial para o desenvolvimento da teoria da Deriva Continental, que na sua essência significa movimentação dos continentes, ou ainda, placas que se movem, é a constatação de que a Terra não é estática. Então Wegener percebeu que a costa da África possuía contorno que se encaixava na costa da América do Sul.
Outro vestígio que reforça a teoria foi a descoberta de fósseis de animais da mesma espécie em continentes diferentes, pois seria impossível que esses animais tivessem atravessado o Oceano Atlântico, a única explicação é que no passado os dois continentes encontravam-se juntos.

14- De acordo com a Teoria citada no texto assinale a alternativa correta.
(A)     Pantalassa era um grande oceano que existe até os dias atuais.
(B)     Os continentes se dividiram por que a Terra não é estática e existem placas tectônicas que se movimentam.
(C)     Há 250 milhões de anos existiam apenas dois continentes chamados de Pangeia e Laurásia.
(D)     Apesar da divisão dos continentes não existe vestígio que eram juntos no passado.

15- Analise a imagem.


A imagem revela a estrutura interna de um vulcão. Assinale a alternativa correta.
(A) 1- Câmara magmática,  2- Chaminé,   3- Cone e
      4-Cratera.
(B) 1- Cratera, 2- Câmara magmática, 3- Chaminé e
      4- cone.
(C) 1- Cone,  2- Chaminé,  3- Câmara  magmática e
      4- Cratera.
(D) 1- Chaminé, 2- Cone,  3- Câmara  magmática  e
      4- Cratera.

GABARITO:



1D / 2B / 3C / 4D / 5B / 6B / 7D / 8A / 9D / 10C / 11VFVF / 12B / 13D / 14B / 15D




Nenhum comentário:

Postar um comentário