Páginas

segunda-feira, 17 de junho de 2019

QUESTÕES DE VESTIBULAR E ENEM SOBRE BLOCOS ECONÔMICOS


QUESTÕES DE ENEM E VESTIBULAR SOBRE BLOCOS ECONÔMICOS

SIMULADO 1

1- As afirmativas a seguir se referem aos aspectos do processo de integração nas diferentes fases de formação de um bloco econômico. Analise-as.

I - A Zona de Livre Comércio corresponde à fase em que as tarifas alfandegárias são reduzidas ou mesmo eliminadas, e as mercadorias produzidas no âmbito dos países que compõem essa Zona circulam livremente de um país para outro e para o exterior.
II - Na fase da União Aduaneira, além das mercadorias produzidas no âmbito do bloco circularem livremente de um país para outro, é estabelecida uma tarifa externa comum (TEC), para o comércio com os países que não formam o bloco. Essa fase é caracterizada, também, pela livre circulação de pessoas.
III - No Mercado Comum, além do livre comércio de mercadorias entre os países membros do bloco e da existência de uma TEC para o comércio com países de fora, ocorre a existência, no bloco, da livre circulação de pessoas, de serviços e de capitais.
IV - Na fase da União Monetária, o bloco tem características da fase de Mercado Comum, somando-se a essas uma unificação institucional do controle do fluxo monetário, e é estabelecida uma moeda única.

Assinale:
a) Se as afirmativas I e II estiverem certas.
b) Se as afirmativas II e III estiverem certas.
c) Se as afirmativas I e IV estiverem certas.
d) Se as afirmativas III e IV estiverem certas.
e) Se as afirmativas I, II e IV estiverem certas.


2- (MACK-SP) Ao contrário da União Europeia, o Mercosul não pode ser considerado um verdadeiro mercado comum, pois:
a) após várias tentativas frustradas, desistiu de unificar as moedas.
b) não pratica a livre circulação de serviços, capitais e pessoas.
c) é integrado por países que apresentam notável similaridade econômica, histórica e cultural.
d) não exige dos países-membros compromissos com a manutenção do regime democrático.
e) está vinculado à União Europeia, para fazer frente à ALCA, que o impede de ser um bloco econômico autônomo

3- (UFRN) - No contexto da globalização, uma tendência crescente é a formação de blocos econômicos regionais. Esses blocos apresentam diferentes níveis de integração. Um desses níveis é a zona de livre comércio que se caracteriza pela
a) criação de uma moeda única a ser adotada pelos países membros.
b) livre circulação de pessoas, serviços e capitais entre os países membros.
c) unificação de políticas de relações internacionais entre os países membros.
d) livre circulação de mercadorias provenientes dos países membros.

4- (PUC-RJ) - Em relação à União Europeia (UE), o tratado econômico realizado em 1992 que iniciou o processo de circulação da moeda regional, o Euro, foi o de:
a) Amsterdã.        b) Maastricht.      c) Lisboa.
d) Roma.              e) Nice.

5- (UFRR) - A abertura comercial e a livre circulação de capitais e serviços em escala mundial, um fenômeno da globalização, gerou disputas acirradas entre empresas e países no âmbito do mercado global, o que favoreceu a formação de blocos econômicos regionais - alianças econômicas em que os parceiros estabelecem relações econômicas privilegiadas. O bloco econômico que, sem adotar uma moeda única, busca a livre circulação de pessoas, mercadorias, capitais e serviços dos seus países membros e, ao mesmo tempo, elimina as tarifas aduaneiras internas e adota tarifas comuns para o mercado fora do bloco, pode ser classificado como:
a) Associação de livre-comércio;
b) União aduaneira;
c) União econômica e monetária;
d) Zona de preferência tarifária;
e) Mercado comum.

6- (UEPG-PR) A respeito da formação de blocos econômicos supranacionais, assinale o que for correto.
(           ) O Acordo de Livre-Comércio da América do Norte - NAFTA - agrega Estados Unidos, Canadá e México, mas, mesmo sendo um acordo de livre-comércio, beneficia as corporações multinacionais, especialmente as dos Estados Unidos.
(           ) A União Européia, que atravessa uma crise, tornou-se um complexo projeto que engloba simultaneamente vários níveis de integração regional: zona de livre-comércio, união aduaneira, mercado comum e união política, econômica e monetária.
(           ) O estágio mais complexo e avançado de um bloco supranacional é atingido quando os países membros adotam a mesma política econômica, além de moeda única.
(           ) A Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico - APEC - reúne países muito diferentes entre si, sendo que uns têm uma industrialização extremamente avançada e outros são países de mão de obra barata ainda com graves problemas sociais. Entre esses países estão Estados Unidos, Canadá, Malásia, Vietnã, China, México, Chile e Peru.
(           ) No Mercosul, o maior volume de negócios se faz entre Brasil e Argentina, com fases de retrocesso e de retomada de bons ritmos de trocas comerciais.

7- (IBMEC-RJ) Sobre o processo de consolidação e ampliação da União Europeia é correto afirmar que: 

a) O objetivo da UE é a constituição de bloco militar cuja atuação permite a implementa­ção de uma política externa e de segurança comum entre os membros, como já demonstrou a questão da Guerra no Iraque.
b) A União Europeia é uma das zonas mais ricas do mundo. Entretanto, existem disparidades internas significativas entre as suas regiões, em termos de rendimentos e de oportunidades, que foram agravadas com a recente ampliação de seus membros.
c) Na União Europeia os Estados componentes abrem mão de sua soberania em termos militares e, por isso, passam a cumprir decisões coletivas. Foi como uma entidade única que a UE votou, por exemplo, a favor da invasão do Iraque na ONU.
d) A UE vem, recentemente, estimulando as nações da Europa do leste (Hungria, Eslováquia, República Checa, Albânia e Romê­nia, por exemplo) a ingressarem na entidade, por temer que elas caiam sob o controle da Rússia.
e) Por causa de objetivos geopolíticos relacionados ao combate ao terrorismo, a UE está relaxando nas exigências para os países que querem uma vaga no “clube”, tal como no caso atual da candidatura da Turquia, país antidemocrático pelo fato de ser uma república islâmica.

8- Em relação à formação dos “blocos regionais” que surgiram com a finalidade de fortalecer os mecanismos de mercado a nível interno e com países não membros a nível internacional, é correto afirmar que
a) a União Europeia é a experiência pioneira e mais bem sucedida integração de mercados regionais que apresenta uma população com alto poder aquisitivo e elevado nível de escolaridade.
b) o Nafta foi a mais completa integração regional, da qual o país que mais se beneficiou foi o México, que recebeu altos investimentos das empresas estadunidenses e conseguiu o livre acesso da população trabalhadora ao território norte-americano.
c) o Mercosul é o bloco econômico que mais se expandiu ao englobar os países da Comunidade Andina e se integrar aos países africanos para fazer frente ao Nafta e à União Européia nas negociações junto a OMC (Organização Mundial do Comércio).
d) a Alca foi criada com a finalidade de fortalecer a economia dos países da América Latina e juntamente com o Nafta formar o mais importante bloco econômico internacional.
e) a Apec se tornou o mais poderoso bloco econômico mundial, por ser comandado pela China e integrar economias fortes como a do Japão e dos Estados Unidos, o que transformou o oceano Pacífico na mais importante rota comercial deste início de século.

9-    (IFAL-AL) O comércio internacional tem sido um dos principais impulsionadores da globalização, fundamental para o aumento da interdependência entre as nações. Brasil, Rússia, índia e China - países conhecidos como Bric -, têm chamado a atenção e despertado o interesse de alguns países desenvolvidos industrializados devido ao grande e rápido crescimento econômico desse conjunto de países em um mundo cada vez mais globalizado. Os países que constituem o Bric destacam-se, entre as demais nações do mundo, devido a características como:

a) são países socialistas; elevado mercado consumidor; grandes produtores de petró­ leo; todos são países desenvolvidos.
b) grandes reservas minerais; baixíssima população absoluta; grande destaque na pecuária para exportação.
c) significativa extensão territorial; elevada população absoluta e mercado consumidor; ricos em reservas minerais. 
d) são países subdesenvolvidos; elevada densidade demográfica; mercado consumidor em potencial; agropecuária voltada para exportação.
e) pequena extensão territorial; grande população absoluta; baixo mercado consumidor; são países socialistas.

10- Os blocos econômicos podem se diferenciar conforme os acordos estabelecidos pelos países integrantes, podendo ser Zona de livre comércio, União aduaneira, Mercado comum, União econômica e monetária. Nesse sentido, marque (V) para as características verdadeiras das vertentes dos blocos econômicos e (F) para as falsas. 
(           ) Na União aduaneira é permitida a livre circulação de pessoas entre os países membros, como por exemplo, na União Europeia.
(           ) A União econômica e monetária consiste no estágio mais avançado dos blocos econômicos, se caracterizando pela eliminação das tarifas alfandegárias, livre circulação de capitais, serviços e pessoas, além da utilização de uma moeda única.
(           ) A Zona de livre comércio é o tipo de bloco mais restrito, estabelecendo somente a redução e/ou eliminação das barreiras fiscais. Exemplo: Acordo de Livre Comércio da América do Norte (NAFTA).
(           ) O Mercado comum se caracteriza pela redução e/ou eliminação das barreiras alfandegárias, além de possibilitar a livre circulação de pessoas e capitais. Não é utilizada a moeda única entre os países integrantes.
(           ) A União econômica e monetária se limita à redução de barreiras fiscais, não permitindo a livre circulação de capitais.

11-  União aduaneira liderada pela Rússia preocupa a Embraer
A Embraer acionou o Itamaraty para não perder espaço no Cazaquistão, um de seus principais clientes asiáticos. O temor é com a iminente entrada em vigor de sobretaxas para aviões de fora da União Aduaneira, bloco liderado pela Rússia que inclui ainda Belarus.
A partir de julho do ano que vem, aviões e componentes aeronáuticos estrangeiros passarão a pagar sobretaxas de importação como uma das etapas do acordo alfandegária, em vigor desde 2010. [...]

A principal preocupação da Embraer motiva-se pelo fato de uma União Aduaneira caracterizar-se:
a) por não negociar com países que não fazem parte do acordo.
b) por estabelecer elevadas tarifas alfandegárias para qualquer produto importado.
c) pela concordância entre os países-membros de somente negociar com países que tenham boas relações econômicas com todos que compõem a união.
d) por estabelecer regras gerais de regulamentação comercial, adotando a Tarifa Externa Comum (TEC), que eleva as tarifas alfandegárias a um preço fixo por produto.


12- (MACK-SP) Ao contrário da União Europeia, o Mercosul não pode ser considerado um verdadeiro mercado comum, pois:
a) após várias tentativas frustradas, desistiu de unificar as moedas.
b) não pratica a livre circulação de serviços, capitais e pessoas.
c) é integrado por países que apresentam notável similaridade econômica, histórica e cultural.
d) não exige dos países-membros compromissos com a manutenção do regime democrático.
e) está vinculado à União Europeia, para fazer frente à ALCA, que o impede de ser um bloco econômico autônomo

GABARITO

1 – D
2- B
3- D
4- B
5- E
6- VVVVV
7-B
8- A
9- C
10- F V V V F
11- D
12- B


SIMULADO 2

1ª) (FGG) Leia.

Os blocos econômicos compreendem a formação de mercados regionais entres países a fim de dinamizar e integrar a economia de seus membros, através da livre circulação de mercadorias ou da redução dos impostos cobrados em importações.
Fonte: https://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/geografia/o-que-e-bloco-economico.htm

Com base nas características e estágios de integração dos blocos econômicos assinale o que for incoerente.

A) Para o início de integração dos países no bloco econômico, são estudadas as tarifas individuais de cada país e realizado um relatório sobre quais serão as novas tarifas preferenciais e quais os novos valores que serão cobrados para troca de produtos importados.
B) Na Zona de Livre Comércio os produtos são negociados com redução gradativa de tributos até o momento em que ocorre a isenção ou a eliminação das tarifas entre os países do bloco por meio da TEC.
C) Na União Aduaneira, os impostos internamente são extintos, podendo haver a livre circulação de mercadorias e bens dentro do bloco sem qualquer tipo de imposto, além da Tarifa Externa Comum.
D) No Mercado Comum, há a liberalização da transição de mercadorias, pessoas, serviços e capital, portanto, qualquer pessoa ou empresa pode circular ou se instalar em qualquer território dentro dos países membros do bloco econômico.
E) Na União Econômica também compreende a padronização de políticas econômicas (macro e micro) com a criação de um Banco Central que será responsável por administrar os mais diversos assuntos do bloco, bem como uma única moeda.

2ª) (FGG) De acordo com as características gerais e específicas aos blocos econômicos assinale o que for correto.

A)  A Comunidade dos Estados Independentes (CEI) é uma organização criada em 1991 que integra todas as repúblicas que formavam a antiga URSS, inclusive os três Estados bálticos: Estônia, Letônia e Lituânia.
B)  A criação da APEC surgiu em decorrência de um intenso desenvolvimento econômico ocorrido na região da Ásia e do Pacífico, propiciando uma abertura de mercado entre 20 países, mais Hong Kong (China), porém, seu impacto econômico foi inexpressivo.
C)  NAFTA (Tratado Norte-Americano de Livre Comércio) é integrado apenas por três países (Estados Unidos, Canadá e México), porém, sua zona de influência é global e seu processo de integração pode ser considerada uma União Aduaneira.
D)  Dentre os objetivos do SADC estão o crescimento das economias dos países africanos e o desenvolvimento de um livre comércio. Outros objetivos são menos importantes como o desenvolvimento e a melhoria na qualidade de vida de sua população.
E)  União Europeia é o principal bloco econômico da atualidade. Possui, atualmente, 28 países-membros, apresentando, além de uma dinâmica econômica e comercial acentuada, um elevado nível de organização, que inclui, até mesmo, a livre circulação de pessoas entre as nações que fazem parte do bloco.

3ª) (FGG) Leia o fragmento.

O Mercosul (Mercado Comum do Sul) é considerado uma organização intergovernamental fundada a partir do Tratado de Assunção de 1991. As origens do Mercosul estão ligadas às discussões para a constituição de um mercado econômico regional para a América Latina, que remontam ao tratado que estabeleceu a Associação Latino-Americana de Livre Comércio (ALALC) desde a década de 1960. Esse organismo foi sucedido pela Associação Latino-Americana de Integração (ALADI) na década de 1980. À época, a Argentina e o Brasil fizeram progressos na matéria, assinando a Declaração do Iguaçu (1985), que estabelecia uma comissão bilateral, à qual se seguiram uma série de acordos comerciais no ano seguinte. (...)
Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Mercado_Comum_do_Sul

A respeito do Mercosul, um dos principais blocos econômicos da América do Sul, pode-se inferir que
A)  estão situados todos na América do Sul, sua formação original, o bloco era composto por Argentina, BrasilParaguai e Uruguai, mais tarde, a ele aderiram a Venezuela e Bolívia.
B)  inicialmente foi estabelecida uma zona de livre comércio, em que os países signatários não tributariam ou restringiriam as importações um do outro, em seguida, esta zona converteu-se em união aduaneira, porém, não houve continuidade.
C)  estabelece uma integração, inicialmente, econômica configurada atualmente em uma união aduaneira, na qual há livre comércio intrazona e política comercial comum entre os países-membros. 
D)  em 1995, Bolívia e Chile adquiriram o estatuto de membros plenos. Após este fato, outras nações latino-americanas manifestaram interesse em entrar para o grupo, havendo negação por parte de seus integrantes.
E)  no cenário atual, o bloco enfrenta divergências políticas que afetam de forma direta suas relações comerciais, principalmente após a suspensão da Venezuela, sendo o primeiro país do bloco a sofrer este tipo de sanção.

4ª) (FGG) Leia a manchete.
Venezuela é suspensa do Mercosul

Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, fundadores do Mercosul, decidiram neste sábado (5/08/2017), de forma unânime, suspender a Venezuela do bloco. É a segunda vez que o bloco aplica essa decisão contra um país-membro desde a sua criação.
“A suspensão da Venezuela foi aplicada em função das ações do governo de Nicolás Maduro e é um chamado imediato para o início do processo de transição política (...)”, diz o comunicado assinado pelos ministros após uma reunião em São Paulo.
“Estamos dizendo ‘parem com isso’, chega de mortes, chega de repressão”, disse o ministro de Relações Exteriores Aloysio Nunes, em coletiva de imprensa ao final do encontro.
Após a suspensão, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse que seu país “nunca” será tirado do bloco e proferiu duras críticas.
“Não vão tirar a Venezuela do Mercosul. Nunca (…) Algumas oligarquias golpistas, como a do Brasil, ou miseráveis, como a que governa a Argentina, poderão tentar mil vezes, mas sempre estaremos aí”, afirmou Maduro em declarações à Rádio Rebelde da Argentina. (...)
Na prática, essa decisão muda em pouco, ou nada, a situação do país no grupo, já que a Venezuela se encontra suspensa do Mercosul desde dezembro por descumprir obrigações comerciais, com as quais se comprometeu ao se incorporar ao bloco em 2012.
A suspensão do Paraguai após a destituição do presidente Fernando Lugo permitiu a entrada da Venezuela no bloco, pois o Congresso paraguaio não tinha aprovado a adesão do país. O Paraguai voltou ao Mercosul após a eleição de Horacio Cartes em 2013. (...)
Fonte: https://istoe.com.br/venezuela-e-suspensa-do-mercosul-por-ruptura-da-ordem-democratica/

Com base na situação atual e dentro da conjuntura política em que enfrenta a Venezuela, assinale a alternativa que indica o principal motivo de sua suspensão do Mercosul enfatizado na matéria.
A)  O não cumprimento da livre circulação de bens, serviços e fatores produtivos entre os países, através da eliminação dos direitos alfandegários.
B)  O rompimento da tarifa externa comum e a adoção de uma política comercial comum em relação a terceiros países.
C)  Por não assegurar condições equitativas de comércio aplicada a sua legislação nacional para inibir importações cujos preços estejam influenciados por subsídios, dumping ou qualquer outra prática desleal.
D)  O descumprimento da ordem democrática que coloca em risco a política do bloco e fragiliza o comércio venezuelano.
E)  O desacordo de políticas de comércio exterior, agrícola, industrial, fiscal, monetária, cambial e de capitais, a fim de assegurar condições adequadas de concorrência entre os membros.

5ª) (FGG) Com a União Econômica e Monetária, a União Europeia dá mais um passo no seu processo de integração econômica, iniciado em 1957. Graças à integração econômica e a criação de uma única moeda, a economia da UE no seu conjunto e as economias nacionais usufruem das vantagens inerentes a maiores dimensão, eficiência interna e solidez. Por sua vez, estas vantagens contribuem para a estabilidade econômica, um maior crescimento e mais emprego, aspetos que beneficiam diretamente os cidadãos da União. Dessa forma, assinale a alternativa que indica os países que não aderiram ao Euro como moeda oficial.

A)  Alemanha, Áustria, Bélgica, Espanha, Finlândia e França.
B)  Eslovénia, Chipre, Malta, Eslováquia, Letónia e a Lituânia
C)  Estónia, Itália, BulgáriaHungriaRoménia, País de Gales, Irlanda do Norte.
D)  CroáciaDinamarcaPolóniaReino UnidoRepública Checa e Suécia.
E)  Irlanda, Luxemburgo, Países Baixos e Portugal.

6ª) (Puccamp 2002 – adaptada FGG) Considere o mapa e as proposições abaixo.















I.   Os seis países que deram início ao Mercado Comum Europeu viviam sérias dificuldades no pós guerra e, por isso, não desenvolveram grandes empresas.
II.  Quando ocorreu a criação do Mercado Comum o cenário geopolítico mundial era de Guerra Fria.
III. A ampliação espacial do bloco deu-se, gradativamente, ao longo das décadas seguintes à da criação do Mercado Comum.
IV.   Atualmente, as metas a serem atingidas pela União Europeia são a criação de uma moeda única e o alargamento do bloco para quase toda a Europa Ocidental.

Está correto o que se afirma em
A)    I e II
B)    I e III
C)    I e IV
D)    III e IV
E)    II e III

7ª) (FGG) Mercosul, NAFTA e União Europeia são os exemplos mais conhecidos de blocos econômicos ou organizações internacionais definidas por um processo de integração econômica. Dentro da classificação atual do comércio global, assinale a alternativa que caracteriza os blocos mencionados, respectivamente.
A)  União Aduaneira, Mercado Comum e União Econômica e monetária.
B)  Mercado Comum, Zona de livre Comércio e União Econômica e Monetária.
C)  Mercado Comum, União Aduaneira e União Econômica e Política.
D)  Zona de Livre Comércio, Acordo Bilateral e Mercado Comum.
E)  União Aduaneira, Zona de Livre Comércio e União Econômica e Monetária.

8ª) (FGG) Observe o mapa.


De acordo com a geolocalização dos blocos econômicos assinale a alternativa que representa corretamente a numeração exposta no mapa.
A)    1- NAFTA, 2-MERCOSUL, 3-SADC, 4- CEI E 5-UE.
B)    1- ALCA, 2-UNASUL, 3-CARICOM, 4-APEC E 5-UE.
C)    1- NAFTA, 2-CAN, 3- SADC, 4-ASEAN e 5-BENELUX.
D)    1- NAFTA, 2- MERCOSUL, 3-SADC, 4-TPP e 5-UE.
E)    1- ALCA, 2-UNASUL, 3-CARICOM, 4-CEI e 5-UE.

9ª) (FGG) Os blocos econômicos são formados por países que nem sempre apresentam similaridades entre os eixos econômicos, políticos, sociais e culturais. Nesse sentido, assinale a alternativa que indica o principal desafio socioeconômico da União Europeia.
A)  Dialogar com os diversos seguimentos políticos internacionais com o intuito de estabelecer uma vantajosa comercialização global.
B)  Instituir um único parlamento europeu que integre a região para a concretização de uma União Política.
C)  Melhorar as condições de vida e trabalho dos cidadãos europeus, gerando emprego e reduzindo as desigualdades sociais e econômicas entre os países do bloco.
D)  Expandir a Zona do Euro para países que não pertencem ao bloco com o intuito de fortalecer suas relações comerciais.
E)  Favorecer o crescimento econômico pautado na política neoliberalista que favorece as nações praticantes do protecionismo alfandegário exagerado.

10ª) (Ufv – Adaptada FGG) O mapa a seguir apresenta parte da América do Norte:
 

A fronteira entre os Estados Unidos e o México é imensa - 3.140km - e vai do litoral do Oceano Pacífico, na Califórnia, até o Golfo do México, no Oceano Atlântico. Ao longo da linha fronteiriça, localizam-se várias cidades, dos dois lados, como irmãs siamesas. Assinale a alternativa que melhor expressa, do ponto de vista econômico, o fenômeno que vem ocorrendo naquela região, a partir do início dos anos 80:

A)  É uma fronteira de livre circulação, tanto de mercadorias quanto de força de trabalho.
B)  É resultado da política do governo mexicano de desenvolvimento autônomo e de substituição de importações.
C)  Há pouca relação comercial entre os dois países, pois os mexicanos, embora podendo comprar nas cidades do lado americano, não o fazem devido aos altos preços.
D)  É um tipo de industrialização de enclave, pois as empresas montadoras americanas se transferem para o território mexicano para usufruir da mão-de-obra barata.
E)  As indústrias americanas, ao se instalarem em território mexicano, a poucos metros da fronteira, estabelecem uma relação de complementaridade com a indústria mexicana.

11ª) (Mackenzie) Para concretizar a completa integração, os países da União Europeia ainda devem implantar:
A)  uma zona de livre comércio, onde as mercadorias dos países membros possam circular livremente.
B)  uma união aduaneira com a criação de tarifas alfandegárias comuns para o comércio realizado com outros países.
C)  um mercado comum, que permita a livre circulação de pessoas, mercadorias, serviços e capitais.
D)  uma união monetária, com a coordenação das políticas econômicas e a criação de uma moeda única.
E)  uma união política, com a unificação das políticas de relações internacionais, defesa e segurança interna e externa.

12ª) (FGG) A Parceria Transpacífico, também chamada de TPP (Trans-Pacific Partnership) é um acordo comercial entre 11 países da região do Pacífico. O acordo foi assinado em 5 de outubro de 2015 e deveria ser aprovado no Congresso dos EUA e também pelos outros países membros, antes de entrar em vigor. Com a saída dos EUA o acordo está correndo o risco de não sair do papel. Sobre o TPP assinale o que for coerente.

A)  É o maior acordo regional já realizado, representando cerca de 40% da economia mundial, porém, está fragilizado com a saída de sua principal economia.
B)  Seu principal objetivo é diminuir as barreiras comerciais entre os países membros para a implementação de uma união política e monetária.
C)  Por se tratar de um grande bloco os países membros não precisarão seguir rigorosas regras trabalhista e ambientais.
D)  Aumentar os investimentos entre os países do acordo para se alcançar um Mercado Comum.
E)  Estabelecer uma relação comercial reciproca entre seus membros para que as economias sejam igualadas.

13ª) (UDESC 2009 – Adaptada FGG) A União Europeia é formada por 28 países que foram aderindo aos poucos aos países fundadores: Alemanha, Bélgica, França, Itália, Luxemburgo e Holanda. Essa organização tem por objetivo propiciar a cooperação econômica e política dos seus membros. Analise as afirmativas que apresentam os objetivos da União Europeia.
I-      Integrar as políticas relativas ao sistema judiciário, aos impostos sobre importação e exportação e às leis de asilo político.
II-     Melhorar as condições de vida e de trabalho dos cidadãos europeus.
III-   Aperfeiçoar as condições de livre comércio entre os países membros.
IV-   Reduzir as desigualdades sociais e econômicas entre as regiões.
V-    Fomentar o desenvolvimento econômico dos países em fase de crescimento.
VI-   Proporcionar um ambiente de paz, harmonia e equilíbrio na Europa.

Assinale a alternativa correta.
A) Somente as afirmativas III, IV e V são verdadeiras.
B) Somente as afirmativas I, III e VI são verdadeiras.
C) Somente as afirmativas II, III e IV são verdadeiras.
D) Somente as afirmativas II, III, IV, V e VI são verdadeiras.
E) Todas as afirmativas são verdadeiras.


14ª) (CFTMG – Adaptada FGG) O Mercosul foi criado através do Tratado de Assunção, sendo formado pelo Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela (Suspensa), congregando uma população de aproximadamente 300 milhões de habitantes e um PIB de mais de 3 trilhões de dólares.
Sobre este bloco econômico é correto afirmar que
A) o Mercosul constitui uma união aduaneira, estágio da integração econômica onde além de não serem cobrados impostos no comércio entre os países membros, há uma tarifa externa comum.

B) o bloco sul-americano é, dentro da nova ordenação em blocos de poder e de grandes corporações econômicas, aquele que apresenta o maior fluxo de mercadorias e pessoas.
C) os países que compõem o Mercosul apresentam o mesmo patamar de desenvolvimento industrial, pois todos são capitalistas, com a presença marcante de transnacionais.
D) os objetivos do Mercosul estão centrados na coordenação das políticas macroeconômicas, no intercâmbio de bens, serviços e pessoas, e na cooperação científico-tecnológica.

E) o bloco integra o ranking dos países mais desenvolvidos tecnologicamente do globo, por esta razão, abrigam sedes de empresas multinacionais.




15ª) (FUVEST – 2013) Observe os gráficos.
 
Com base nos gráficos e em seus conhecimentos, assinale a alternativa correta.
A)    O comércio bilateral entre China e África cresceu timidamente no período e envolveu, principalmente, bens de capital africanos e bens de consumo chineses.
B)    As exportações chinesas para a África restringem-se a bens de consumo e produtos primários destinados a atender ao pequeno e estagnado mercado consumidor africano.
C)    A implantação de grandes obras de engenharia, com destaque para rodovias transcontinentais, ferrovias e hidrovias, associa-se ao investimento chinês no setor da construção civil na África.
D)    O agronegócio foi o principal investimento da China na África em função do exponencial crescimento da população chinesa e de sua grande demanda por alimentos.
E)    O investimento chinês no setor minerador, na África, associa-se ao crescimento industrial da China e sua consequente demanda por petróleo e outros minérios.

GABARITO SIMULADO 2
1
B
2
E
3
C
4
D
5
D
6
E
7
E
8
A
9
C
10
D
11
E
12
A
13
E
14
A
15
E