quinta-feira, 24 de outubro de 2019

MAPAS MENTAIS DE GEOGRAFIA

MAPA MENTAL SOBRE AGRICULTURA


















MAPA MENTAL SOBRE AMAZÔNIA BRASILEIRA

MAPA MENTAL SOBRE BRICS- NEOLIBERALISMO


MAPA MENTAL SOBRE REGIÃO CENTRO-SUL

MAPA MENTAL SOBRE COMÉRCIO GLOBAL

MAPA MENTAL SOBRE GEOPOLÍTICA MUNDIAL

MAPA MENTAL SOBRE CONFLITOS O CAMPO

MAPA MENTAL SOBRE EROSÃO / INTEMPERISMO

MAPA MENTAL SOBRE FATORES E ELEMENTOS DO CLIMA

MAPA MENTAL SOBRE FENÔMENOS CLIMÁTICOS

MAPA MENTAL SOBRE GLOBALIZAÇÃO

MAPA MENTAL SOBRE MIGRAÇÕES BRASILEIRAS

MAPA MENTAL SOBRE MIGRAÇÕES MUNDIAIS

MAPA MENTAL SOBRE NORDESTE

MAPA MENTAL SOBRE PROBLEMAS URBANOS

MAPA MENTAL SOBRE REVOLUÇÃO VERDE

MAPA MENTAL SOBRE TEORIAS DEMOGRÁFICAS

MAPA MENTAL SOBRE URBANIZAÇÃO BRASILEIRA

MAPA MENTAL SOBRE VULCANISMO


SIMULADO DE GEOGRAFIA

1ª) (FUVEST)

Do ponto de vista tectônico, núcleos rochosos mais antigos, em áreas continentais mais interiorizadas, tendem a ser os mais estáveis, ou seja, menos sujeitos a abalos sísmicos e deformações. Em termos geomorfológicos, a maior estabilidade tectônica dessas áreas faz com que elas apresentem uma forte tendência à ocorrência, ao longo do tempo geológico, de um processo de:

(A) aplainamento das formas de relevo, decorrente do intemperismo e da erosão.
(B) formação de depressões absolutas, gerada por acomodação de blocos rochosos.
(C) formação de canyons, decorrente de intensa erosão eólica.
(D) produção de desníveis topográficos acentuados, resultante da contínua sedimentação dos rios.
(E) geração de relevo serrano, associada a fatores climáticos ligados à glaciação.

2ª) (FUVEST 2017)

 “O desmatamento atual na Amazônia cresceu em relação a 2015. Metade da área devastada fica no estado do Pará, atingindo áreas privadas ou de posse, sendo ainda registrados focos em unidades de conservação, assentamentos de reforma agrária e terras indígenas.
Imazon. Boletim do desmatamento da Amazônia Legal, 2016. Adaptado.

Tal situação coloca em risco o compromisso firmado pelo Brasil na 21ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP 21), ocorrida em 2015. O desmatamento na Amazônia tem raízes históricas ligadas a processos que ocorrem desde 1970. Com base nos dados e em seus conhecimentos, aponte a afirmação correta

(A) O desmatamento, apesar de atingir áreas de unidades de conservação, que incluem florestas, parques nacionais e terras indígenas, viabiliza a ampliação do número de assentamentos da reforma agrária.
 (B) As grandes obras privadas implantadas na Amazônia valorizam as terras, atraindo enorme contingente populacional, que por sua vez origina regiões metropolitanas que degradam a floresta.
(C) A grilagem de terras em regiões de grandes projetos de infraestrutura, a extração ilegal de madeira e a construção de rodovias estão entre as causas do desmatamento na Amazônia.
(D) A extração ilegal de madeira na Amazônia vem sendo monitorada por países estrangeiros devido às exigências na COP 21, pois eles são os maiores beneficiários dos acordos da Conferência.
(E) Os grandes projetos de infraestrutura causam degradação da floresta amazônica, com intensidade moderada e temporária, auxiliando a regularização fundiária.

3ª) (ENEM-2003)

Sabe-se que uma área de quatro hectares de floresta, na região tropical, pode conter cerca de 375 espécies de plantas enquanto uma área florestal do mesmo tamanho, em região temperada, pode apresentar entre 10 e 15 espécies. O notável padrão de diversidade das florestas tropicais se deve a vários fatores, entre os quais é possível citar

(A) altitudes elevadas e solos profundos.
(B) a ainda pequena intervenção do ser humano.
(C) sua transformação em áreas de preservação.
(D) maior insolação e umidade e menor variação climática.
(E) alternância de períodos de chuvas com secas prolongadas.

4ª) (ENEM-2003) O mapa abaixo apresenta parte do contorno da América do Sul destacando a bacia amazônica. Os pontos assinalados representam fortificações militares instaladas no século XVIII pelos portugueses. A linha indica o Tratado de Tordesilhas revogado pelo Tratado de Madri, apenas em 1750.











Pode-se afirmar que a construção dos fortes pelos portugueses visava, principalmente, dominar

(A) militarmente a bacia hidrográfica do Amazonas.
(B) economicamente as grandes rotas comerciais.
(C) as fronteiras entre nações indígenas.
(D) o escoamento da produção agrícola.
(E) o potencial de pesca da região

5ª) (FATEC-2006) Observe o mapa que apresenta os domínios morfoclimáticos do Brasil.



Comparando-se os domínios morfoclimáticos X e Y, pode-se afirmar que apresentam

(A) características naturais distintas, pois em X o clima é mais úmido que em Y, mas em ambos a organização econômica do espaço é semelhante.
(B) Aspectos naturais (como relevo e hidrografia) semelhantes, mas em termos demográficos, na área Y a população local é mais carente de recursos.
(C) paisagens diferentes, pois em X ocorrem serras recobertas de florestas enquanto que me Y o relevo é mais modesto, mas em ambas são visíveis as construções humanas.
(D) aspectos climatobotânicos semelhantes, principalmente no que se refere ao clima tropical, mas são diferentes quando ao aproveitamento econômico do espaço.
(E) característica distintas sobre o aspecto natural, mas semelhantes em relação ao quadro demográfico e econômico, pois em ambas ocorrem movimentos como o êxodo rural.

6ª) Leia.

Revelação do subúrbio
Quando vou para Minas, gosto de ficar de pé, contra a [vidraça do carro1,
vendo o subúrbio passar.
O subúrbio todo se condensa para ser visto depressa,
com medo de não repararmos suficientemente
em suas luzes que mal têm tempo de brilhar.
A noite como o subúrbio e logo o devolve,
ele reage, luga, se esforça,
até que vem o campo onde pela manhã repontam [laranjais
e à noite só existe a tristeza do Brasil.
1: carro: vagão ferroviários para passageiros.

Carlos Drummond de Andrade, Sentimento do mundo, 1940.

Segundo o crítico e historiador da literatura Antônio Candido de Mello e Souza, justamente na década que presumivelmente corresponde ao período de elaboração do livro a que pertence o poema, o modo de se conceber o Brasil havia sofrido “alteração marcada de perspectivas”. A leitura do poema de Drummond permite concluir corretamente que, nele, o Brasil não mais era visto como país

(A) agrícola (fornecedor de matéria-prima), mas como industrial (produtor de manufaturados).
(B) arcaico (retardatário social e economicamente) mas, sim, percebido como moderno (equiparado aos países mais avançados).
(C) provinciano (caipira, localista) mas, sim, cosmopolita (aberto aos intercâmbios globais).
(D) novo (em potência, por realizar-se), mas como subdesenvolvido (marcado por pobreza e atrofia).
(E) rural (sobretudo camponês), mas como suburbano (ainda desprovido de processos de urbanização).

7ª) Na atualidade, o número de pessoas atingidas por desastres naturais, no mundo, vem aumentando. Em 2012, foram registrados 905 grandes eventos desse tipo no planeta.




Esses eventos podem ser de natureza geofísica, climática, meteorológica e hidrológica, entre outras.



No mapa acima, estão indicadas áreas mais suscetíveis à ocorrência de alguns tipos de desastres naturais.

A área assinalada no mapa e os fenômenos mais suscetíveis de nela ocorrer estão corretamente indicados em:
(A) 1: Terremoto e vulcanismo intensos, com presença de falhas ativas resultantes do encontro da placa do Pacífico com a da América do Norte.
(B) 2: Entradas de fortes ondas de frio, provenientes do avanço de massas de ar árticas, provocando o congelamento do lençol freático.
(C) 3: Longos períodos de estiagem, com incêndios florestais e tempestades elétricas resultantes da ocorrência de centros de alta pressão estacionários.
(D) 5: Fortes tormentas concentradas no verão, consequência da entrada de frentes frias, com ocorrência de deslizamentos de terra e queda brusca de temperatura.
(E) 4: Formação de tufões, que são centros de muito baixa pressão e grande mobilidade, responsáveis por fortes vendavais, em regiões litorâneas.

8ª) (Fuvest 2014 ) Considere as anamorfoses:


As condições da produção agrícola, no Brasil, são bastante heterogêneas, porém alguns aspectos estão presentes em todas as regiões do País.
Nas anamorfoses acima, estão representadas formas de produção agrícola das diferentes regiões administrativas.

Assinale a alternativa que contém, respectivamente, a produção agrícola representada em I e em II.

(A) De subsistência e patronal.
(B) Familiar e itinerante.
(C) Patronal e familiar.
(D) Familiar e de subsistência.
(E) Itinerante e patronal.

9ª) (Mackenzie)

Os climogramas anteriores se referem, respectivamente, aos climas brasileiros:

(A) Tropical de altitude, Tropical e Tropical úmido.
(B) Equatorial Semiúmido, Tropical de altitude e Tropical Semiárido.
(C) Tropical Úmido, Equatorial Semiúmido e Equatorial úmido.
(D) Equatorial úmido, Tropical e Tropical úmido.
(E) Tropical, Subtropical e Tropical de altitude.

10ª) (Enem 2013)

Química Verde pode ser definida como a criação, o desenvolvimento e a aplicação de produtos e processos químicos para reduzir ou eliminar o uso e a geração de substâncias nocivas à saúde humana e ao ambiente. Sabe-se que algumas fontes energéticas desenvolvidas pelo homem exercem, ou têm potencial para exercer, em algum nível, impactos ambientais negativos.

CORRÊA, A. G.; ZUIN, V. G. (Orgs.). Química Verde: fundamentos e aplicações. São Carlos: EdUFSCar, 2009.

À luz da Química Verde, métodos devem ser desenvolvidos para eliminar ou reduzir a poluição do ar causada especialmente pelas:

(A) hidrelétricas.
(B) termelétricas.
(C) usinas geotérmicas
(D) fontes de energia solar
(E) fontes de energia eólica.

11ª) (UEPB)


A estrutura etária da população tem reflexos importantes na economia de um país. Logo, a tendência dos grupos etários representados no gráfico nos leva à reflexão de que:

I – Em 1980, 38% da população tinham entre 0 a 14 anos de idade, em 2000 esse percentual cai para 29%, e, de acordo com as projeções do IBGE, em 2020 as crianças e jovens menores de 14 anos serão apenas 23% da população do país.

II – A participação relativa de idosos na população total vem aumentando significativamente. Em 1980, as pessoas com mais de 60 anos de idade representavam apenas 6%; em 2000 já perfaziam 7% e em 2020 totalizarão 13%.

III – As estatísticas oficiais afirmam que em 2006, 97% das populações entre 7 a 14 anos frequentavam a escola. Como a população, nessa faixa etária, tende a diminuir em termos relativos e a permanecer estável em termos absolutos, não será necessário ampliar o número de vagas já existentes nas escolas fundamentais e sim melhorar a universalização do ensino médio e a qualidade das escolas, em todos os níveis.

IV – A projeção nos mostra que nas próximas décadas haverá um acelerado crescimento da população de idosos, resultante do aumento da expectativa de vida. Essas alterações no padrão demográfico brasileiro agravam a crise estrutural do sistema de previdência social no Brasil, mas, por outro lado, aumentam de maneira significativa a importância dos idosos no mercado de consumo (casas de repouso, atividades recreativas, educação continuada na área de informática, ensino de línguas estrangeiras e uma boa pedida para a indústria do turismo.

Estão corretas:

(A) Apenas as proposições II e III.
(B) Apenas as proposições I e II.
(C) Todas as proposições.
(D) Apenas as proposições II e IV.
(E) Apenas as proposições I e IV.

12ª) (UEPB) Observe e compare o mapa da questão anterior com o gráfico e o quadro, e, com base na observação destes, assinale a leitura plausível a partir das referidas figuras e dados.



I – O século XX apresentou o mais rápido processo d e urbanização conhecido pela humanidade, fazendo com que ao final deste período a população mundial já fosse majoritariamente urbana.
II – As megacidades com mais de dez milhões de habitantes se concentram majoritariamente nos países onde o processo de industrialização clássica favoreceu a urbanização acelerada e uma rede urbana macrocefálica.
III – Os países subdesenvolvidos, em grande parte agrários, apresentam um crescimento mais acelerado das suas metrópoles que os países centrais mais urbanizados, motivo pelo qual o maior número de megacidades tende a se intensificar nesse grupo de países.
IV – O crescimento explosivo das cidades no terceiro mundo transfere a pobreza presente no campo para suas metrópoles, cujo crescimento é concomitante com a falta de infraestrutura, desemprego ou subemprego, aumento da violência, surgimento de favelas e outros tantos problemas geralmente denominados de urbanos.

Estão corretas apenas as proposições:
(A) I, III e IV.
(B) II, III e IV.
(C) I, II e IV.
(D) II e III.
(E) I e III.

13ª) (UEL) Leia os Textos I e II e responda às próximas 3 questões.

Texto I

Thomas Malthus (1766-1834) assegurava que, se a população não fosse de algum modo contida, dobraria de 25 em 25 anos, crescendo em progressão geométrica, ao passo que, dadas as condições médias da terra disponíveis em seu tempo, os meios de subsistência só poderiam aumentar, no máximo, em progressão aritmética.

Texto II

A idéia de um mundo famélico assombra a humanidade desde que Thomas Malthus previu que no futuro não haveria comida em quantidade suficiente para todos. Organismos internacionais – Organização das Nações Unidas, Banco Mundial e Fundo Monetário Internacional – chamaram
a atenção para a gravidade dos problemas decorrentes da alta dos alimentos. O Banco Mundial prevê que 100 milhões de pessoas poderão submergir na linha que separa a pobreza da miséria absoluta devido ao encarecimento da comida.

(Adaptado: FRANÇA, R. O fantasma de Malthus. Veja. 23 abr. 2008.)

Para K. Marx (1818-1883), a teoria malthusiana do crescimento populacional:

(A) permitia entender, de modo científico, as razões pelas quais os proletários teriam dificuldades para ascender socialmente.
(B) apresentava as bases adequadas sobre as quais se deveria elaborar a teoria do valor trabalho.
(C) reforçava valores da burguesia ascendente que, posteriormente a 1848, assumia posições cada vez mais conservadoras.
(D) era o primeiro passo na construção de uma teoria explicativa do real caráter de classe da sociedade burguesa.
(E) apreendia a essência do proletariado moderno e os motivos pelos quais a classe burguesa estaria fadada a desaparecer.



14ª) (UFES) Atenção! Analise as informações constantes nos gráficos abaixo para responder à questão.



Considerando as relações entre a estrutura da população, a distribuição da força de trabalho por setores da economia e o investimento anual público em saúde per capita, são CORRETAS as associações:

(A) A-II e C-II
(B) A-I e B-III
(C) A-III e B-I
(D) B-I e C-III
(E) B-II e C-I

15ª) Observe no mapa da distribuição dos drones (veículos aéreos não tripulados) norte-americanos na África e no Oriente Médio.



Em suas declarações, o governo norte-americano justifica o uso dos drones, principalmente, como

(A) proteção militar a países com importantes laços econômicos com os EUA, principalmente na área de minerais raros.
(B) necessidade de proteção às embaixadas e outras legações diplomáticas norte-americanas em países com trajetória comunista.
(C) meio de transporte para o envio de equipamentos militares ao Irã, com a finalidade de desmonte das atividades nucleares.
(D) reforço para a megaoperação de espionagem, executada em 2013, que culminou com o asilo de Snowden na Rússia.
(E) um dos pilares de sua estratégia de combate ao terrorismo, principalmente em regiões com importante atuação tribal/terrorista.



RESPEITO ÀS DIFERENÇAS



Conta-se que vários bichos decidiram fundar uma escola. Para isso reuniram-se e começaram escolher as disciplinas.
O Pássaro insistiu para que houvesse aulas de vôo.

O Esquilo achou que a subida perpendicular em árvores era fundamental.
E o Coelho queria de qualquer jeito que a corrida fosse incluída.

E assim foi feito. Incluíram tudo, mas… cometeram um grande erro.
Insistiram para que todos os bichos praticassem todos os cursos oferecidos.

O Coelho foi magnífico na corrida. Ninguém corria como ele.
Mas queriam ensiná-lo a voar. Colocaram-no numa árvore e disseram:
“Voa, Coelho”. Ele saltou lá de cima e “pluft”… coitadinho! Quebrou as pernas.

O Coelho não aprendeu a voar e acabou sem poder correr também.
O Pássaro voava como nenhum outro, mas o obrigaram a cavar buracos como uma toupeira. Quebrou o bico e as asas, e depois não conseguia voar tão bem, e nem mais cavar buracos.

SABE DE UMA COISA?

Todos nós somos diferentes uns dos outros e cada um tem uma ou mais qualidades próprias dadas por DEUS. Não podemos exigir ou forçar para que as outras pessoas sejam parecidas conosco ou tenham nossas qualidades.

Se assim agirmos, acabaremos fazendo com que elas sofram, e no final, elas poderão não ser o que queríamos que fossem… e ainda pior, elas poderão não mais fazer o que faziam bem feito.

“RESPEITAR AS DIFERENÇAS É AMAR AS PESSOAS COMO ELAS SÃO! “

Queridos amigos!! Saiba respeitar o próximo, saiba que cada um tem suas limitações, seu jeito. Não podemos forçar as pessoas a fazer o que queremos, pois num primeiro momento elas podem até fazer, mas depois podem acabar adoecendo. Pense nessa mensagem, empregue ela em sua vida!!

Um forte abraço!!
Velho Sábio!!

Pode Ser Sorte, ou Pode ser Azar

"Certa vez um menino muito pobre estava sentado na calçada do lado de fora da sua casa. O que ele mais desejava era ter um cavalo, mas não tinha dinheiro. 
Justamente neste dia passou em sua rua uma cavalaria, que levava um potrinho incapaz de acompanhar o grupo. O dono da cavalaria, sabendo do desejo do menino, perguntou se ele queria o cavalinho. Exultante o menino aceitou. Um vizinho, tomando conhecimento do ocorrido, disse ao pai do garoto:

-Seu filho é de sorte!.
 -Por quê? (Perguntou o pai).
-Ora (disse ele), seu filho queria um cavalo, passa uma cavalaria e ele ganha um potrinho. Não é uma sorte?
-Pode ser sorte ou pode ser azar! (Comentou o pai).
O menino cuidou do cavalo com todo zelo, mas um dia, já crescido, o animal fugiu. Desta vez, o vizinho diz: 
-Seu filho é azarento, hein?
Ele ganha um potrinho, cuida dele até a fase adulta, e o potro foge!
-Pode ser sorte ou pode ser azar! (Repetiu o pai).
O tempo passa e um dia o cavalo volta com uma manada selvagem. O menino, agora um rapaz, consegue cercá-los e fica com todos eles.
Observa o vizinho:
-Seu filho é de sorte! Ganha um potrinho, cria, ele foge e volta com um bando de cavalos selvagens.
-Pode ser sorte ou pode ser azar! (Responde novamente o pai).
Mais tarde, o rapaz estava treinando um dos cavalos, quando cai e quebra a perna.
Vem o vizinho novamente: 
-Seu filho é de azar! o cavalo foge, volta com uma manada selvagem, o garoto vai treinar um deles e quebra a perna.
-Pode ser sorte ou pode ser azar! (Insiste o pai).
Dias depois, o reino onde moravam declara guerra ao reino vizinho. Todos os jovens são convocados, menos o rapaz que estava com a perna quebrada. Novamente o vizinho: 
Seu filho é de sorte......"

Certamente estas observações do vizinho intrometido seguirão enquanto estiverem vivos, mas a questão principal, a lição que podemos tirar desta história, é que jamais vamos conseguir enxergar a situações de uma forma completa e isto sempre prejudicará nossa compreensão sobre os fatos.

Assim é com Deus, não entendemos certos acontecimentos em nossas vidas porque não temos a capacidade de enxerga-los de uma forma completa, mas Ele sim. 


Soli Deo Gloria.

quinta-feira, 26 de setembro de 2019

SIMULADO 5 DE CIÊNCIAS HUMANAS


Texto I

A história do reino de Axum está relacionada à das civilizações que se desenvolveram na África, abaixo do Egito. Isto é, nas antigas regiões da Núbia e da Etiópia.  A atividade comercial foi a grande marca: Marfim, plumagens variadas, ouro e sal. Cunharam moedas de ouro, prata e bronze.
Um dos acontecimentos mais importantes da história do reino de Axum foi a conversão ao cristianismo do rei Ezana, no século IV, por um monge cristão de origem fenícia, chamado Frumêncio (que depois foi bispo de Axum e considerado santo); Politeísmo e a religião mulçumana.
A maior parte dos iorubás vive na Nigéria, mais precisamente na região sudoeste do país; Há também importantes comunidades presentes em Benim, Gana, Togo e Costa do Marfim. O aspecto comum dessa etnia é a crença na mesma origem divina.
Na Nigéria atual, os iorubás são uma importante etnia, representando cerca de um sexto da população. São na sua maioria católicos, mas uma parte segue também o islamismo, ficando o culto tradicional em terceiro lugar. Cerca de 75% dos homens são agricultores que vivem daquilo que cultivam. As mulheres geralmente são encarregadas de vender parte do excedente nos mercados populares das cidades.
Devido ao tráfico de escravos, bastante ativo na área entre os séculos XV e XIX, muitos traços da cultura, língua, música e demais costumes foram disseminados por extensas regiões do continente americano, com destaque para Brasil, Cuba, Trinidad e Tobago e Haiti. Boa parte da população negra no Brasil veio de terras iorubás.
O reino de Gana é a atual Mauritânia (séc. IV). Grande produção de ouro. Principal fornecedor do metal no mundo. Desapareceu devido a desertificação e surgimento de novas rotas zonas auríferas.
Mali: um reino mulçumano. Por volta de 1230 Sundiata Keita reuniu diversos clãs vizinhos que deu origem ao reino do Mali.  O reino se estendia do Oceano Atlântico até o rio Níger (atual Senegal e Gâmbia). Religião mulçumana. Em 1337 sofreu várias invasões e entrou em declínio.
Localizou-se onde hoje fica Camarões e a Nigéria. Viviam da caça pesca e da coleta de frutos. A agricultura de coivara (limpar o terreno com fogo). Se espalharam onde hoje é o Zimbábue. Os bantos foram escravizados e trazidos para o Brasil.

A partir do texto acima responda o que se pede nas questões:

01. Quais as características comerciais do reino de Axum?
a) a atividade comercial se baseou somente no comércio do ouro, prata e bronze.
b) tinha como atividade comercial centrada na produção de artefatos de couro, madeira, marfim e petróleo.
c) o comércio era o de marfim, plumagens variadas, ouro e sal.
d) se deu basicamente com o ouro.
e) apenas caracterizado pela venda de tapetes artesanais e sal.

02. A partir da leitura do texto, como pode ser explicado o fim do reino de Mali?
a) foi devido as catástrofes naturais.
b) uma guerra contra a vizinha cidade que hoje é o atual México.
c) empobrecimento gerado por uma grande e devastadora seca.
d) se deu após a morte de mansa Musa em 1337, o reino sofreu diversas invasões e entrou em declínio.
e) todos em Mali foram escravizados.

03. Qual aspecto comum a todos os Iorubás?
a) a língua latina.
b) crença na mesma origem divina.
c) as vestimentas de homens e mulheres.
d) os rituais de sacrifícios humanos em busca de melhores colheitas.
e) a participação no exército dos chamados bem-nascidos.

04. Sobre o reino de Gana é correto afirmar que:
a) a extração do ouro foi a grande marca comercial, sendo nesse momento a prata de maior valor, metal esse que não tinha nas terras de Gana, o que explica o declínio do reino.
b) em termos comerciais o que levou grande riqueza ao reino de Gana foi a extração da madeira e do ouro, colocando este reino a ser um dos mais ricos e poderosos da África.
c) o reino de Gana possuía uma enorme indústria de produção de armas de aço e extração do ouro em grande escala.
d) a característica comercia preponderante foi a de escravas e escravos para a Ásia.
e) a grande extração e venda do ouro pode ser considerada a grande marca comercial desse reino.

05. Qual foi o acontecimento mais marcante que ocorreu no reino de Axum?
a) foi a conquista do Egito e a conversão ao cristianismo.
b) devido a sua posição estratégica conquistou diversos reinos e submeteu aos povos conquistados a sua cultura como por exemplo a forma diferenciada das vestimentas de mulheres e homens.
c) um dos principais acontecimentos refere-se a conversão da maior parte da população ao cristianismo, sendo a religião mulçumana e as tradicionais em menor números de seguidores.
d) a marca étnica presente em quase todo o continente africano e a sua cultura nos aspectos religioso e econômico.
e) a conquista que exerceu sobre os cartagineses.

06. De acordo com o texto I, quais etnias ou grupos linguísticos foram escravizadas e comercializadas para vários países do continente americano?
a) foram os Iorubás e os bantos. Povos localizados onde atualmente são a Nigéria e a Etiópia.
b) apenas os Iorubás.
c) além dos bantos foram os descendentes do reino de Gana.
d) povos localizados onde atualmente são a Nigéria e a Etiópia.
e)  as mulheres do reino do Mali.

Texto II

“Dessa forma, o estudo do banto é um dos mais importantes caminhos para se compreender o processo de formação de muitos dos povos africanos. Para se ter uma ideia, hoje em dia, em uma grande quantidade de países da África fala-se línguas bantas: Camarões, Gabão, Congo, República Democrática do Congo, Uganda, Quênia, Tanzânia, Moçambique, Malauí, Zâmbia, Angola, Namíbia, Botsuana, Zimbábue, Suazilândia, Lesoto, África do Sul. E se formos analisar com mais cuidado, encontraremos também influência do banto em toda a América, já que muitos desses povos africanos foram trazidos para cá como escravos e ajudaram a construir as línguas americanas.”
(Fonte: https://educacao.uol.com.br/disciplinas/historia/bantos-quatrocentos-grupos-etnicos-falam-linguas-bantas-atualmente.htm acesso em 22/09/2019).

07. De acordo com o texto Banto é:
a) uma etnia.
b) uma raça característica do continente americano.
c) refere-se a um conjunto de religiões de cunho tradicional e mulçumana.
d) um conjunto de línguas.
e) uma etnia presente em vários países do continente africano tais como: Moçambique, Tanzânia, Angola, Botsuana entre outros.

08. Leia.

"O continente condenado”.
“África em chamas".





As manchetes que atualmente são publicadas sobre a África, como as apresentadas acima, expressam o trágico quadro socioeconômico desse continente.

Assinale a opção que NÃO inclui um aspecto desse quadro.
a) O equilíbrio social, econômico e político existente em todos os países da África.
b) O número significativo de africanos contaminados com a AIDS.
c) Os conflitos e guerras tribais envolvendo nações africanas.
d) A baixa expectativa de vida de grande parte da população.
e) O contingente de africanos fora de seus países de origem, em busca de trabalho.

09. “O continente africano é cercado a nordeste pelo mar Vermelho, ao norte pelo mar Mediterrâneo, a oeste pelo oceano Atlântico e a leste pelo oceano Índico. O istmo de Suez o liga à península Arábica. Em termos geográficos, suas principais marcas são o deserto do Saara ao norte, o deserto de Calahari a sudoeste, a floresta tropical do centro do continente, as savanas, ou campos de vegetação esparsas e rasteira, que separam áreas desérticas de áreas de florestas, e algumas terras altas, como aquelas nas quais nascem os rios que formam o Nilo.”(MELO e SOUSA, Marina de. África e Brasil Africano. 2ª ed. São Paulo: Ática, 2007. )

A partir da leitura do texto acima podemos concluir que:
a) A África constitui-se como exemplo único onde um rio nasce no deserto.
b) Ao longo de sua história a África foi ocupada por grandes civilizações apenas no Sul.
c) A África é uma região homogênea coberta em grande parte por florestas.
d) O deserto do Saara ao Norte impediu que nessa região florescesse civilizações.
e) A África constitui-se geograficamente e culturalmente uma região bastante diversificada.

10.  Leia o texto abaixo e responda o que se pede:

“Os escravizados e trazidos para o Brasil durante vários séculos ajudaram a formar a cultura e a sociedade do Brasil.
Hoje se pratica o culto aos orixás do candomblé, como Xangô (deus dos Trovões e dos Raios) e Iemanjá (deusa do Mar). Deles, herdamos instrumentos musicais como o atabaque e o agogô; na culinária, introduziram pratos como o vatapá e o acarajé.
Tais povos também nos legaram inúmeras manifestações culturais. Por exemplo: congadas, maracatus, jongos, sambas de umbigada, lundus, simpatias, mezinhas, rezas, diversas palavras e ritmos. ”
(in:  AZEVEDO, Gislane, SERIACOPI, Reinaldo.. História: passado e presente – dos primeiros humanos ao renascimento. 1ª Edição. Ática.São Paulo – 2016)

Os povos africanos que mais contribuíram para a nossa formação etino-cultural relatadas acima foram:
a) os congolenses.
b) os povos de Gana e da Etiópia.
c) foram os Iorubás e os Bantos.
d) apenas os Iorubás.
e) somente os Bantos.

11. O relevo das terras emersas é extremamente diversificado. Nesse relevo, o que denomina de Dobramentos Modernos ou Recentes correspondem a:
a) Depressões absolutivas.
b) Depressões relativas.
c) Bacias sedimentares.
d) Cadeias montanhosas.
e) Dorsais submarinas.

12. A teoria da Deriva dos Continentes foi enunciada pelo cientista alemão Alfred Lothar Wegener, em 1912. Segundo este autor a Terra teria sido formada incialmente por um único e enorme supercontinente que foi se fragmentando e se deslocando continuamente desde o período Mesozoíco, como se fosse uma espécie de nata flutuando sobre um magma semilíquido e passeando em diferentes direções.
Assinale a alternativa que contém o nome com o qual foi batizado este supercontinente inicial:
a) Gala.
b) Placas Tectônicas.
c) Folhelhos de Wegener.
d) Riftis.
e) Pangeia.

13. A superfície terrestre apresenta uma infinidade de paisagens com distintas feições, como planaltos, vales, planícies, morros testemunhos, colinas, falésias.
Um dos agentes endógenos que auxiliam no modelado terrestre é:
a) A ação da chuva.
b) A ação dos ventos.
c) A erosão glacial.
d) O vulcanismo.
e) O intemperismo.

14. Os agentes internos que participam na formação do relevo são:
a) Os abalos sísmicos, os solos e a ação dos ventos.
b) O vulcanismo, o intemperismo e os abalos sísmicos.
c) O tectonismo, o clima e a ação da água.
d) O tectonismo, o vulcanismo e os abalos sísmicos.
e) O tectonismos, os abalos sísmicos e os abalos sísmicos e os solos.

15. O vulcanismo é um dos processos da dinâmica terrestre que sempre encantou e amedrontou a humanidade, existindo diversos registros históricos referentes a esse processo.
Sabe-se que as atividades vulcânicas trazem novos materiais para locais próximos à superfície terrestre. A esse respeito, pode-se afirmar corretamente que o vulcanismo:
a) É um dos poucos processos de liberação de energia interna que continuará ocorrendo indefinidamente na história evolutiva da Terra.
b) É um fenômeno tipicamente terrestre, sem paralelo em outros planetas, pelo que se conhece atualmente.
c) Traz para a atmosfera materiais nos estados líquidos e gasoso, tendo em vista originarem-se de todas as camadas internas da terra.
d) Ocorre quando aberturas na crosta aliviam a pressão interna, permitindo a ascensão de novos materiais e mudanças em seus estados físicos.
e) É o processo responsável pelo movimento das placas tectônicas, causando seu rompimento e o lançamento de materiais fluidos.

16.Terremotos são gerados pelos movimentos naturais das placas tectônicas da Terra, que causam ajustes na crosta terrestre, afetando a organização aos sísmos naturais, é correto afirmar que eles são causados por:
a) Forças endógenas incontroláveis.
b) Energias exógenas excepcionais.
c) Forças antrópicas descontroladas.
d) Energias antrópicas excepcionais.
e) Forças endógenas e antrópicas.

17. Sobre a classificação das rochas, é correto afirmar:
I. As rochas metamórficas resultam de uma rocha preexistente (protólito) no estado sólido.
II. As rochas sedimentares são formadas pelos agentes de intemperismo e pedogênese.
III. As rochas metamórficas são formadas pelo acúmulo de material sedimentar.
IV. As rochas ígneas são formadas pelo resfriamento de material rochoso fundido.

Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas I e II são corretas.
b) Somentes as afirmativas I e III são corretas.
c) Somente as afirmativas III e IV são corretas.
d) Somente as afirmativas I, II e IV  são corretas.
e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.

18. Analise a imagem abaixo e responda a questão abaixo.

 A estrutura da terra chamada litosfera é composta de:
a) Crosta terrestre / manto / núcleo.
b) Crosta / manto / síntese.
c) Síntese / manto / núcleo.
d) Núcleo / manto / e magma.
e) Magma / manto / núcleo.

19. A energia liberada pelos tremores emite ondas que se propagam em várias direções pelo inteiro do planeta e podem ser captadas por:
a) Magma.
b) Manto.
c) Núcleo.
d) Sismógrafos.
e) Sísmicas.

20. São rochas mais abundantes da Crosta Terrestre. Formada pela solidificação do magma proveniente do manto.
a) Magmáticas.
b) Magmáticas ou Igneas.
c) Igneas ou Sedimentares.
d) Sedimentares ou Metamórficas.
e) Metamórfica ou Igneas.

21. Sobre o "trabalho", assinale a alternativa CORRETA:
a) A palavra trabalhar deriva do latim tripaliare, que nomeava o tripálio, um instrumento formado por três paus, próprio para atar os condenados ou para manter presos os animais difíceis de ferrar.
b) Na Grécia, o trabalho era considerado uma atividade que dignificava o ser humano, pois fortalecia o caráter dos indivíduos.
c) Na Idade Média, o conceito de trabalho foi alterado pelas influências do catolicismo, que considerava o trabalho manual degradante.
d) As influências dos ideais luteranos sobre o capitalismo, o trabalho passou a ser considerado uma forma de purificação de faltas cometidas.
e) O trabalho nunca foi visto como alvo de alienação na sociedade.

22. “Etimologicamente a palavra alienação vem do latim alienare, alienus, „que pertence a um outro‟. Alius é o outro. Portanto, sob determinado aspecto, alienar é tornar alheio, transferir para outrem o que é seu”. (ARANHA, M. L. de A.; MARTINS, M. H. P. Filosofando: introdução à filosofia. 4. ed. São Paulo: Moderna, 2009, p. 70).

Em relação à citação acima, assinale a alternativa  INCORRETA sobre alienação.
a) A alienação acontece numa forma de divisão social do trabalho em que o produto do trabalho deixa de pertencer a quem o produziu.  
b) Na sociedade capitalista, as necessidades são artificialmente estimuladas, sobretudo pelos meios de comunicação de massa, os quais levam os indivíduos a consumirem de maneira alienada.
c) A arte abstrata é alienada, pois perpetua os paradigmas da concepção estética sem sentido.
d) O processo de trabalho obrigatoriamente acaba com a alienação do trabalhador.
e) A alienação está presente somente no trabalho realizado pelo homem.

23. Dominar a luz implica tanto um avanço tecnológico quanto uma certa liberação dos ritmos cíclicos da natureza, com a passagem das estações e as alternâncias de dia e noite. Com a iluminação noturna, a escuridão vai cedendo lugar à claridade, e a percepção temporal começa a se pautar pela marcação do relógio. Se a luz invade a noite, perde sentido a separação tradicional entre trabalho e descanso – todas as partes do dia podem ser aproveitadas produtivamente. SILVA FILHO. A. L. M. Fortaleza: imagens da cidade. Fortaleza: Museu do Ceará: Secult-CE. 2001 (adaptado).

Em relação ao mundo do trabalho, a transformação apontada no texto teve como consequência a:
a) melhoria da qualidade da produção industrial.
b) redução da oferta de emprego nas zonas rurais.
c) permissão ao trabalhador para controlar seus próprios horários.
d) diminuição das exigências de esforço no trabalho com máquinas.
e) ampliação do período disponível para a jornada de trabalho.

24. Analise o quadrinho abaixo.

A respeito do quadrinho são feitas as seguintes afirmações:

I. Retratam a intensa divisão do trabalho, à qual
são submetidos os operários.
II. O quadrinho refere-se à produção informatizada.
III. O quadrinho contém a ideia de que o produto da atividade industrial depende do conhecimento de todo o processo por parte do operário.

Dentre essas afirmações, apenas
a) I está correta.
b) II está correta.
c) III está correta.
d) I e II estão corretas.
e) I e III estão corretas.


25. Uma dimensão da flexibilização do tempo de trabalho é a sutileza cada vez maior das fronteiras que separam o espaço de trabalho e o do lar, o tempo de trabalho e o de não trabalho. Os mecanismos modernos de comunicação permitem que, no horário de descanso, os trabalhadores permaneçam ligados à empresa. Mesmo não exercendo diretamente suas atividades profissionais, o trabalhador fica à disposição da empresa ou leva problemas para refletir em casa. É muito comum o trabalhador estar de plantão, para o caso de a empresa ligar para o seu celular ou pager. A remuneração para esse estado de alerta é irrisória ou inexistente. KREIN, J. D. Mudanças e tendências recentes na regulação do trabalho. In: DEDECCA, C. S.; PRONI, M. W. (Org.). Políticas públicas e trabalho: textos para estudo dirigido. Campinas: IE/Unicamp; Brasília: MTE, 2006 (adaptado).

A relação entre mudanças tecnológicas e tempo de trabalho apresentada pelo texto implica

a) O prolongamento da jornada de trabalho com a intensificação da exploração.
b) O aumento da fragmentação da produção com a racionalização do trabalho.
c) O privilégio de funcionários familiarizados com equipamentos eletrônicos.
d) O crescimento da contratação de mão de obra pouco qualificada.
e) declínio dos salários pagos aos empregados mais idosos.

26. Significa todo aquele complexo que inclui o conhecimento, a arte, as crenças, a lei, adquiridos pelo ser humano não somente em família, como também por fazer parte de uma sociedade da qual é membro. Esse termo denomina-se:
a) Cultura.
b) Identidade.
c) Antropologia.
d) Senso comum.
e) Gestos padronizados.

27. A lei 10.639, de 9 de janeiro de 2003, inclui no currículo dos estabelecimentos de ensino fundamental e médio, oficiais e particulares, a obrigatoriedade do ensino sobre História e Cultura Afro-Brasileira e determina que o conteúdo programático incluirá o estudo da História da África e dos africanos, a luta dos negros no Brasil, a cultura negra brasileira e o negro na formação da sociedade nacional, resgatando a contribuição do povo negro nas áreas, social, econômica e política pertinentes à História do Brasil, além de instituir, no calendário escolar, o dia 20 de novembro como data comemorativa do Dia da Consciência Negra.
A referida lei representa um avanço não só para a educação nacional, mas também para a sociedade brasileira, porque:
a) Legitima o ensino das ciências humanas nas escolas.
b) Divulga conhecimentos para a população afro-brasileira
c) Reforça a concepção etnocêntrica sobre a África e a sua cultura
d) Garante aos afrodescendentes a igualdade no acesso à educação
e) Impulsiona o reconhecimento da pluralidade étnico-racial do país

28. Caracteriza-se pelos dados, a nossa estampa, uma “casca”, que esconde nossas ideias, as nossas emoções, os nossos gostos, as nossas espirações que buscamos na vida.
Esse trecho se refere:
a) Identidade formal.
b) Revolução política.
c) Identidades sociais.
d) Sentido antropológico.
e) Manifestação cultural.

29. A cultura como representação da realidade e no sentido antropológico, nos faz lembrar que existem várias culturas no interior de uma mesma sociedade. Esse trecho faz referência:
a) Sociedades Multiculturais.
b) Cultura nordestina.
c) Cultura indígena.
d) Cultura afro.
e) Cultura brasileira.

30. Assinale a opção que indica o emprego correto do conceito de cultura na perspectiva da antropologia:
a) A cultura diz respeito aos atributos históricos que singularizam um povo.
b) A cultura de um povo é determinada pelo meio natural.
c) A cultura é herdada biologicamente e condiciona o comportamento dos povos.
d) A cultura é uma forma de linguagem que tem origem simbólica.
e) É um conjunto de regras que nos diz como o mundo pode ser e deve ser classificado.