Páginas

quinta-feira, 24 de outubro de 2019

SIMULADO DE GEOGRAFIA

1ª) (FUVEST)

Do ponto de vista tectônico, núcleos rochosos mais antigos, em áreas continentais mais interiorizadas, tendem a ser os mais estáveis, ou seja, menos sujeitos a abalos sísmicos e deformações. Em termos geomorfológicos, a maior estabilidade tectônica dessas áreas faz com que elas apresentem uma forte tendência à ocorrência, ao longo do tempo geológico, de um processo de:

(A) aplainamento das formas de relevo, decorrente do intemperismo e da erosão.
(B) formação de depressões absolutas, gerada por acomodação de blocos rochosos.
(C) formação de canyons, decorrente de intensa erosão eólica.
(D) produção de desníveis topográficos acentuados, resultante da contínua sedimentação dos rios.
(E) geração de relevo serrano, associada a fatores climáticos ligados à glaciação.

2ª) (FUVEST 2017)

 “O desmatamento atual na Amazônia cresceu em relação a 2015. Metade da área devastada fica no estado do Pará, atingindo áreas privadas ou de posse, sendo ainda registrados focos em unidades de conservação, assentamentos de reforma agrária e terras indígenas.
Imazon. Boletim do desmatamento da Amazônia Legal, 2016. Adaptado.

Tal situação coloca em risco o compromisso firmado pelo Brasil na 21ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP 21), ocorrida em 2015. O desmatamento na Amazônia tem raízes históricas ligadas a processos que ocorrem desde 1970. Com base nos dados e em seus conhecimentos, aponte a afirmação correta

(A) O desmatamento, apesar de atingir áreas de unidades de conservação, que incluem florestas, parques nacionais e terras indígenas, viabiliza a ampliação do número de assentamentos da reforma agrária.
 (B) As grandes obras privadas implantadas na Amazônia valorizam as terras, atraindo enorme contingente populacional, que por sua vez origina regiões metropolitanas que degradam a floresta.
(C) A grilagem de terras em regiões de grandes projetos de infraestrutura, a extração ilegal de madeira e a construção de rodovias estão entre as causas do desmatamento na Amazônia.
(D) A extração ilegal de madeira na Amazônia vem sendo monitorada por países estrangeiros devido às exigências na COP 21, pois eles são os maiores beneficiários dos acordos da Conferência.
(E) Os grandes projetos de infraestrutura causam degradação da floresta amazônica, com intensidade moderada e temporária, auxiliando a regularização fundiária.

3ª) (ENEM-2003)

Sabe-se que uma área de quatro hectares de floresta, na região tropical, pode conter cerca de 375 espécies de plantas enquanto uma área florestal do mesmo tamanho, em região temperada, pode apresentar entre 10 e 15 espécies. O notável padrão de diversidade das florestas tropicais se deve a vários fatores, entre os quais é possível citar

(A) altitudes elevadas e solos profundos.
(B) a ainda pequena intervenção do ser humano.
(C) sua transformação em áreas de preservação.
(D) maior insolação e umidade e menor variação climática.
(E) alternância de períodos de chuvas com secas prolongadas.

4ª) (ENEM-2003) O mapa abaixo apresenta parte do contorno da América do Sul destacando a bacia amazônica. Os pontos assinalados representam fortificações militares instaladas no século XVIII pelos portugueses. A linha indica o Tratado de Tordesilhas revogado pelo Tratado de Madri, apenas em 1750.











Pode-se afirmar que a construção dos fortes pelos portugueses visava, principalmente, dominar

(A) militarmente a bacia hidrográfica do Amazonas.
(B) economicamente as grandes rotas comerciais.
(C) as fronteiras entre nações indígenas.
(D) o escoamento da produção agrícola.
(E) o potencial de pesca da região

5ª) (FATEC-2006) Observe o mapa que apresenta os domínios morfoclimáticos do Brasil.



Comparando-se os domínios morfoclimáticos X e Y, pode-se afirmar que apresentam

(A) características naturais distintas, pois em X o clima é mais úmido que em Y, mas em ambos a organização econômica do espaço é semelhante.
(B) Aspectos naturais (como relevo e hidrografia) semelhantes, mas em termos demográficos, na área Y a população local é mais carente de recursos.
(C) paisagens diferentes, pois em X ocorrem serras recobertas de florestas enquanto que me Y o relevo é mais modesto, mas em ambas são visíveis as construções humanas.
(D) aspectos climatobotânicos semelhantes, principalmente no que se refere ao clima tropical, mas são diferentes quando ao aproveitamento econômico do espaço.
(E) característica distintas sobre o aspecto natural, mas semelhantes em relação ao quadro demográfico e econômico, pois em ambas ocorrem movimentos como o êxodo rural.

6ª) Leia.

Revelação do subúrbio
Quando vou para Minas, gosto de ficar de pé, contra a [vidraça do carro1,
vendo o subúrbio passar.
O subúrbio todo se condensa para ser visto depressa,
com medo de não repararmos suficientemente
em suas luzes que mal têm tempo de brilhar.
A noite como o subúrbio e logo o devolve,
ele reage, luga, se esforça,
até que vem o campo onde pela manhã repontam [laranjais
e à noite só existe a tristeza do Brasil.
1: carro: vagão ferroviários para passageiros.

Carlos Drummond de Andrade, Sentimento do mundo, 1940.

Segundo o crítico e historiador da literatura Antônio Candido de Mello e Souza, justamente na década que presumivelmente corresponde ao período de elaboração do livro a que pertence o poema, o modo de se conceber o Brasil havia sofrido “alteração marcada de perspectivas”. A leitura do poema de Drummond permite concluir corretamente que, nele, o Brasil não mais era visto como país

(A) agrícola (fornecedor de matéria-prima), mas como industrial (produtor de manufaturados).
(B) arcaico (retardatário social e economicamente) mas, sim, percebido como moderno (equiparado aos países mais avançados).
(C) provinciano (caipira, localista) mas, sim, cosmopolita (aberto aos intercâmbios globais).
(D) novo (em potência, por realizar-se), mas como subdesenvolvido (marcado por pobreza e atrofia).
(E) rural (sobretudo camponês), mas como suburbano (ainda desprovido de processos de urbanização).

7ª) Na atualidade, o número de pessoas atingidas por desastres naturais, no mundo, vem aumentando. Em 2012, foram registrados 905 grandes eventos desse tipo no planeta.




Esses eventos podem ser de natureza geofísica, climática, meteorológica e hidrológica, entre outras.



No mapa acima, estão indicadas áreas mais suscetíveis à ocorrência de alguns tipos de desastres naturais.

A área assinalada no mapa e os fenômenos mais suscetíveis de nela ocorrer estão corretamente indicados em:
(A) 1: Terremoto e vulcanismo intensos, com presença de falhas ativas resultantes do encontro da placa do Pacífico com a da América do Norte.
(B) 2: Entradas de fortes ondas de frio, provenientes do avanço de massas de ar árticas, provocando o congelamento do lençol freático.
(C) 3: Longos períodos de estiagem, com incêndios florestais e tempestades elétricas resultantes da ocorrência de centros de alta pressão estacionários.
(D) 5: Fortes tormentas concentradas no verão, consequência da entrada de frentes frias, com ocorrência de deslizamentos de terra e queda brusca de temperatura.
(E) 4: Formação de tufões, que são centros de muito baixa pressão e grande mobilidade, responsáveis por fortes vendavais, em regiões litorâneas.

8ª) (Fuvest 2014 ) Considere as anamorfoses:


As condições da produção agrícola, no Brasil, são bastante heterogêneas, porém alguns aspectos estão presentes em todas as regiões do País.
Nas anamorfoses acima, estão representadas formas de produção agrícola das diferentes regiões administrativas.

Assinale a alternativa que contém, respectivamente, a produção agrícola representada em I e em II.

(A) De subsistência e patronal.
(B) Familiar e itinerante.
(C) Patronal e familiar.
(D) Familiar e de subsistência.
(E) Itinerante e patronal.

9ª) (Mackenzie)

Os climogramas anteriores se referem, respectivamente, aos climas brasileiros:

(A) Tropical de altitude, Tropical e Tropical úmido.
(B) Equatorial Semiúmido, Tropical de altitude e Tropical Semiárido.
(C) Tropical Úmido, Equatorial Semiúmido e Equatorial úmido.
(D) Equatorial úmido, Tropical e Tropical úmido.
(E) Tropical, Subtropical e Tropical de altitude.

10ª) (Enem 2013)

Química Verde pode ser definida como a criação, o desenvolvimento e a aplicação de produtos e processos químicos para reduzir ou eliminar o uso e a geração de substâncias nocivas à saúde humana e ao ambiente. Sabe-se que algumas fontes energéticas desenvolvidas pelo homem exercem, ou têm potencial para exercer, em algum nível, impactos ambientais negativos.

CORRÊA, A. G.; ZUIN, V. G. (Orgs.). Química Verde: fundamentos e aplicações. São Carlos: EdUFSCar, 2009.

À luz da Química Verde, métodos devem ser desenvolvidos para eliminar ou reduzir a poluição do ar causada especialmente pelas:

(A) hidrelétricas.
(B) termelétricas.
(C) usinas geotérmicas
(D) fontes de energia solar
(E) fontes de energia eólica.

11ª) (UEPB)


A estrutura etária da população tem reflexos importantes na economia de um país. Logo, a tendência dos grupos etários representados no gráfico nos leva à reflexão de que:

I – Em 1980, 38% da população tinham entre 0 a 14 anos de idade, em 2000 esse percentual cai para 29%, e, de acordo com as projeções do IBGE, em 2020 as crianças e jovens menores de 14 anos serão apenas 23% da população do país.

II – A participação relativa de idosos na população total vem aumentando significativamente. Em 1980, as pessoas com mais de 60 anos de idade representavam apenas 6%; em 2000 já perfaziam 7% e em 2020 totalizarão 13%.

III – As estatísticas oficiais afirmam que em 2006, 97% das populações entre 7 a 14 anos frequentavam a escola. Como a população, nessa faixa etária, tende a diminuir em termos relativos e a permanecer estável em termos absolutos, não será necessário ampliar o número de vagas já existentes nas escolas fundamentais e sim melhorar a universalização do ensino médio e a qualidade das escolas, em todos os níveis.

IV – A projeção nos mostra que nas próximas décadas haverá um acelerado crescimento da população de idosos, resultante do aumento da expectativa de vida. Essas alterações no padrão demográfico brasileiro agravam a crise estrutural do sistema de previdência social no Brasil, mas, por outro lado, aumentam de maneira significativa a importância dos idosos no mercado de consumo (casas de repouso, atividades recreativas, educação continuada na área de informática, ensino de línguas estrangeiras e uma boa pedida para a indústria do turismo.

Estão corretas:

(A) Apenas as proposições II e III.
(B) Apenas as proposições I e II.
(C) Todas as proposições.
(D) Apenas as proposições II e IV.
(E) Apenas as proposições I e IV.

12ª) (UEPB) Observe e compare o mapa da questão anterior com o gráfico e o quadro, e, com base na observação destes, assinale a leitura plausível a partir das referidas figuras e dados.



I – O século XX apresentou o mais rápido processo d e urbanização conhecido pela humanidade, fazendo com que ao final deste período a população mundial já fosse majoritariamente urbana.
II – As megacidades com mais de dez milhões de habitantes se concentram majoritariamente nos países onde o processo de industrialização clássica favoreceu a urbanização acelerada e uma rede urbana macrocefálica.
III – Os países subdesenvolvidos, em grande parte agrários, apresentam um crescimento mais acelerado das suas metrópoles que os países centrais mais urbanizados, motivo pelo qual o maior número de megacidades tende a se intensificar nesse grupo de países.
IV – O crescimento explosivo das cidades no terceiro mundo transfere a pobreza presente no campo para suas metrópoles, cujo crescimento é concomitante com a falta de infraestrutura, desemprego ou subemprego, aumento da violência, surgimento de favelas e outros tantos problemas geralmente denominados de urbanos.

Estão corretas apenas as proposições:
(A) I, III e IV.
(B) II, III e IV.
(C) I, II e IV.
(D) II e III.
(E) I e III.

13ª) (UEL) Leia os Textos I e II e responda às próximas 3 questões.

Texto I

Thomas Malthus (1766-1834) assegurava que, se a população não fosse de algum modo contida, dobraria de 25 em 25 anos, crescendo em progressão geométrica, ao passo que, dadas as condições médias da terra disponíveis em seu tempo, os meios de subsistência só poderiam aumentar, no máximo, em progressão aritmética.

Texto II

A idéia de um mundo famélico assombra a humanidade desde que Thomas Malthus previu que no futuro não haveria comida em quantidade suficiente para todos. Organismos internacionais – Organização das Nações Unidas, Banco Mundial e Fundo Monetário Internacional – chamaram
a atenção para a gravidade dos problemas decorrentes da alta dos alimentos. O Banco Mundial prevê que 100 milhões de pessoas poderão submergir na linha que separa a pobreza da miséria absoluta devido ao encarecimento da comida.

(Adaptado: FRANÇA, R. O fantasma de Malthus. Veja. 23 abr. 2008.)

Para K. Marx (1818-1883), a teoria malthusiana do crescimento populacional:

(A) permitia entender, de modo científico, as razões pelas quais os proletários teriam dificuldades para ascender socialmente.
(B) apresentava as bases adequadas sobre as quais se deveria elaborar a teoria do valor trabalho.
(C) reforçava valores da burguesia ascendente que, posteriormente a 1848, assumia posições cada vez mais conservadoras.
(D) era o primeiro passo na construção de uma teoria explicativa do real caráter de classe da sociedade burguesa.
(E) apreendia a essência do proletariado moderno e os motivos pelos quais a classe burguesa estaria fadada a desaparecer.



14ª) (UFES) Atenção! Analise as informações constantes nos gráficos abaixo para responder à questão.



Considerando as relações entre a estrutura da população, a distribuição da força de trabalho por setores da economia e o investimento anual público em saúde per capita, são CORRETAS as associações:

(A) A-II e C-II
(B) A-I e B-III
(C) A-III e B-I
(D) B-I e C-III
(E) B-II e C-I

15ª) Observe no mapa da distribuição dos drones (veículos aéreos não tripulados) norte-americanos na África e no Oriente Médio.



Em suas declarações, o governo norte-americano justifica o uso dos drones, principalmente, como

(A) proteção militar a países com importantes laços econômicos com os EUA, principalmente na área de minerais raros.
(B) necessidade de proteção às embaixadas e outras legações diplomáticas norte-americanas em países com trajetória comunista.
(C) meio de transporte para o envio de equipamentos militares ao Irã, com a finalidade de desmonte das atividades nucleares.
(D) reforço para a megaoperação de espionagem, executada em 2013, que culminou com o asilo de Snowden na Rússia.
(E) um dos pilares de sua estratégia de combate ao terrorismo, principalmente em regiões com importante atuação tribal/terrorista.



Nenhum comentário:

Postar um comentário