Páginas

sexta-feira, 26 de março de 2021

AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA SOBRE SOLO - ANOS FINAIS

 Solo

 Os solos são corpos naturais formados pela desagregação das rochas, eles são variados e formados pela desintegração das partículas que compõem a rocha, o nome desse processo é intemperismo. Os solos são classificados de diversas formas, como quanto à textura e à presença de areia ou argila em sua composição, e esta é influenciada pelos elementos presentes neles.

Os solos são a base para o desenvolvimento das plantas e animais, ou seja, são base da biodiversidade e também para as atividades econômicas, principalmente o setor primário — agricultura, pecuária e extrativismo.

 Formação do solo

O solo é definido como um corpo natural composto por substâncias orgânicas e inorgânicas presente na superfície terrestre e oriundo da desagregação das rochas. O processo que dá origem à formação do solo é chamado de intemperismo, ou seja, a desagregação das partículas das rochas e minerais que altera suas propriedades químicas.

 São fatores que contribuem para a formação do solo o material originário (rocha matriz ou rocha mãe), o clima, a atividade biológica, ligada aos organismos vivos presentes no lugar de origem do solo, o tempo, a hidrografia e a topografia da área. Todos esses elementos agem em conjunto ao promoverem a separação das partículas das rochas.

 Assim o solo é formado por meio de processos que fazem a desintegração de partículas, promovendo sua evolução e seu crescimento. Esses processos levam em conta a infiltração de água ou a descompactação de partículas por outros elementos físicos ou químicos, e, assim, o solo vai aumentando, crescendo, desenvolvendo-se, pois, quanto mais profundo é o solo, mais desenvolvido ele é.

 Tipos de solo

Os tipos de solo variam de acordo com a localização, seu processo de formação e as condições do ambiente onde ele se formou. Alguns tipos mais comuns são:

·         Solos arenosos: com muita presença de areia e pouca umidade, são comuns em regiões tropicais. Micro-organismos e plantas vivem com mais dificuldade neles devido à ausência de água.

·         Solos argilosos: são menos arejados e mais compactados, portanto, são mais úmidos, pois a água fica retida por mais tempo neles devido à sua lenta infiltração.

·         Solos siltosos: apresentam alta concentração de silte e são erosíveis, pois não se apresentam estáveis ou compactados. Suas partículas são bastante leves, pequenas e soltas.

 Composição do solo

A composição do solo é variável de um tipo de solo para outro, pois os elementos químicos presentes na sua composição variam por meio de fatores como: umidade, Sol, vento, organismos vivos, clima e até a presença de biodiversidade. No entanto, encontra-se na composição dos solos, de modo geral, 45% de elementos minerais, 25% de ar, 25% de água e 5% de matéria orgânica.

 O solo é composto por três fases distintas: sólido, que compreende matéria orgânica e inorgânica; líquido, que é a solução do solo ou água do solo; e gasoso, que é o ar do solo. As matérias orgânica ou inorgânica compreendem partículas minerais do solo, originadas do intemperismo da rocha, ou seja, da sua desintegração. Há também materiais orgânicos provenientes de animais e plantas, que entram em decomposição e formam a camada de húmus (primeira camada do solo).

 Cada horizonte dos solos possui composições diferentes, observe:

·         Horizonte O – Camada com alta presença de matéria orgânica, água, animais e plantas.

·         Horizonte A – Mais escura por possuir matéria orgânica, água e sais minerais.

·         Horizonte B – Acumula sais minerais e materiais dos horizontes O e A, possui presença maior de ar.

·         Horizonte C – Constituído por fragmentos de rochas desintegradas do horizonte D; grande presença de ar.

·         Horizonte D ou R – Rocha matriz ou originária do solo.

 O líquido compreende a água infiltrada, escoada ou presente no lençol freático. Geralmente as plantas retiram do solo a quantidade de água necessária à sua sobrevivência. Nem toda água que chega ao solo fica disponível às plantas, pois ela pode continuar a infiltrar, abastecendo outros mananciais d’água. O gasoso é constituído pelo ar presente nos poros dos solos; à medida que há maior presença de argila no solo, menor é essa porosidade.

 Classificação do solo

No Brasil há o predomínio de três tipos de solos, os latossolos, argissolos e neossolos, que juntos abrangem cerca de 70% do território nacional, segundo o Sistema Brasileiro de Classificação de Solos (SiBCS) - IBGE. Os latossolos e argissolos ocupam aproximadamente 58% da área e são solos mais profundos, altamente intemperizados, ácidos e de baixa fertilidade natural. Em certos casos, também ocorrem solos de média a alta fertilidade, em geral pouco profundos em decorrência de seu baixo grau de intemperismo. Estes se enquadram principalmente nas classes dos neossolos, luvissolos, planossolos, nitossolos, chernossolos e cambissolos.

Os solos apresentam grande variedade química, física e biológica em sua composição. São 13 classes contidas no sistema de solos brasileiro.

 São exemplos:

·         Argissolos, Cambissolos, Chernossolos, Esposossolos, Gleissolos, Latossolos, Luvissolos, Neossolos, Notssolos, Organossolos, Planossolos, Plintossolos, Vertissolos;

 Importância do solo

O solo corresponde à camada superficial da crosta terrestre e é muito importante para o desenvolvimento de praticamente todas as atividades humanas. Ele é a base para todos os objetos técnicos oriundos das relações dos seres humanos com a natureza. Sua função não se resume à base da agricultura ou do plantio, pensando no aspecto do cultivo de culturas.

O solo é aproveitado para diversas atividades econômicas, como a exploração de recursos minerais e energéticos, pois é dele que retiramos minerais, rochas e minérios usados no dia a dia e que servem de matéria-prima para a atividade industrial, da construção civil e para a produção de objetos do nosso uso diário.

O solo também é um importante armazenador de água, pois é por meio dele que ocorre o processo de infiltração e, consequentemente, o abastecimento dos lençóis freáticos, dos aquíferos e o surgimento de nascentes.

Por promover uma interação completa com a hidrografia, a atmosfera, as rochas e os minerais e até os organismos vivos, é um consenso que a qualidade de vida dos solos influencia diretamente na qualidade de vida de todos os fatores bióticos (vivos) e abióticos (não vivos) do planeta Terra.

Sendo assim, há um debate diário sobre o processo de manutenção e cuidado em relação aos impactos ambientais no solo, no qual se discute políticas públicas de preservação do solo e de seus recursos, por tratar-se de algo essencial à vida e ao planeta de modo geral.

FONTE: https://mundoeducacao.uol.com.br/geografia/o-solo.htm#:~:text=Os%20solos%20s%C3%A3o%20corpos%20naturais,nome%20desse%20processo%20%C3%A9%20intemperismo.

1- A ilustração abaixo representa os fósseis de quatro espécies de animais (A, B, C e D) que viveram em período diferentes. Sabendo que o solo é formado pela deposição de sedimentos, um sobre o outro, ao longo de muitos anos, indique qual é o fóssil mais antigo.


a)       O fóssil A

b)      O fóssil B

c)       O fóssil C

d)      O fóssil D

2- Assinale (V) para as afirmativas verdadeiras ou (F) para as Falsas.

(              ) Os solos são corpos naturais formados pela desagregação das rochas, eles são variados e formados pela desintegração das partículas que compõem a rocha, o nome desse processo é intemperismo.

(              ) Os solos também são formados por sedimentos, ou seja, restos de animais e vegetais.

(              ) Os solos são classificados de diversas formas, como quanto à textura e à presença de areia ou argila em sua composição, e esta é influenciada pelos elementos presentes neles.

(              ) Os solos são a base para o desenvolvimento das plantas e animais, ou seja, são base da biodiversidade e também para as atividades econômicas, principalmente o setor primário — agricultura, pecuária e extrativismo.

3- O solo é formado por materiais orgânicos e inorgânicos. Assinale a alternativa que indica apenas elementos orgânicos.

a)       Água.

b)      Rocha.

c)       Restos de vegetais.

d)      Ar.

 

4- O processo que dá origem à formação do solo é chamado de intemperismo, ou seja, a desagregação das partículas das rochas e minerais que altera suas propriedades químicas. A ação do homem sobre o meio é causadora do intemperismo:

a)       Físico.

b)      Químico.

c)       Biológico.

d)      Endógeno.


5- Observe a imagem.

 

FONTE: MUNDOEDUCAÇÃO.COM

O solo é considerado raso pela proximidade que a superfície tem da rocha mãe e profundo quando a superfície se distancia da rocha mãe (rocha matriz).

 

Qual das alternativas indica um solo profundo?

a) Solos jovens.

b) solos maduros ou antigos.

c) solos rochosos.

d) aqueles formados apenas pela rocha matriz.


6- Observe a tabela.


A erosão provocada pelo calor do sol às rochas é chamada de intemperismo:

a)       Físico.

b)      Químico.

c)       Biológico.

d)      Endógeno.


7- Os solos com presença de argila, menos arejados e mais compactados, mais úmidos, pelo fato de a água ficar retida por mais tempo neles devido à sua lenta infiltração, são chamados de:

a)       Argilosos.

b)      Arenosos.

c)       Siltosos.

d)      Latossolos.


8- Observe a imagem.





A Camada com alta presença de matéria orgânica, água, animais e plantas é chamada de Horizonte:

a)       A

b)      B

c)       C

d)      O

 

9- A camada mais escura por possuir matéria orgânica, água e sais minerais é chamada de Horizonte:

a)       A

b)      B

c)       C

d)      O

 

10- A camada constituída por fragmentos de rochas desintegradas do horizonte D, grande presença de ar, é chamada de Horizonte:

a)       A

b)      B

c)       C

d)      O

 






Nenhum comentário:

Postar um comentário