Páginas

segunda-feira, 29 de junho de 2020

SIMULADO DE GEOGRAFIA SOBRE ENERGIAS (QUESTÕES INÉDITAS) 2020

1ª) (FGG- CH) Observe o gráfico sobre a trajetória do preço do petróleo ao longo da história (1970-2020).

Sobre a variação no preço do barril de petróleo é possível inferir que

(A) alcançou seu ápice no ano de 2010 quando foram intensificadas as ações antiterrorismo e se acirraram os conflitos no Oriente Médio, principalmente no Iraque.
(B) pouco variou entre os anos 80 e 90 devido a paz e a relativa estabilidade política no Oriente Médio.
(C) o aumento exacerbado do preço teve início em 1973 com as tensões que aumentaram a instabilidade entre árabes e judeus.
(D) manteve-se estável durante todo período em virtude dos importantes acordos realizados entre a OPEP e os países importadores.
(E) a segunda crise do petróleo foi marcada pela 2ª Guerra do Golfo, conflito envolvendo Iraque e Estados Unidos, este com a intenção de derrubar o governo ditador Saddam Hussein sob a justificativa de que o país desenvolvia armas de destruição em massa que nunca foram encontradas.

2ª) (FGG – CH) O Rio Grande do Norte é o maior produtor de petróleo do Brasil em terra. O petróleo bruto é processado nas refinarias para separar seus componentes por destilação fracionada. Esse processo é baseado nas diferenças das temperaturas de ebulição das substâncias relativamente próximas. A figura abaixo representa o esquema de uma torre de destilação fracionada para o refinamento do petróleo bruto. 
Nela, os números de 1 a 6 indicam as seções nas quais as frações do destilado são obtidas. Assinale a alternativa que indica corretamente a numeração e a característica relacionada ao derivado do petróleo presente no compartimento.

(A) No 1, por serem materiais leves, são representados compostos como asfalto, piche e ceras, onde o processo de fracionamento demanda baixas temperaturas.
(B) No 2 está representado combustível para avião que demanda temperaturas entre 300ºC até 400ºC.
(C) Por ser mais leve que o óleo lubrificante, a gasolina é fracionada no compartimento 6.
(D) O gás combustível demanda alta temperatura, por isso, é produzido no compartimento 1.
(E) No processo de fracionamento do petróleo ocorre a separação por destilação, dessa forma, os componentes mais pesados como o asfalto se concentram no compartimento 1, e os derivados mais leves como o gás combustível se concentram nos compartimentos superiores. 

3ª) (FGG – CH) Abaixo está representado a termoelétrica do Pecém, no município de São Gonçalo do Amarante – Ceará. A usina, movida a carvão mineral, produz um volume de energia equivalente a 60% do consumo do estado do Ceará, e 10% do consumo do Nordeste.

Com base nessa energia, assinale a alternativa que corresponde aos efeitos colaterais e impactos ambientais de sua utilização.

(A) Apesar de sua ampla utilidade, o uso e a exploração desse mineral podem provocar diversas catástrofes ambientais, especialmente em caso de vazamento nos ambientes terrestres e aquáticos, às vezes, com proporções avassaladoras, tendo em vista que parte da produção é realizada no mar.
(B) Uma das maiores desvantagens é a poluição atmosférica. Numerosos gases nocivos, incluindo o dióxido de carbono, dióxido sulfúrico e cinzas, são liberados no ambiente durante sua queima para a produção de energia, podendo emitir duas vezes mais CO² do que outros combustíveis fósseis.
(C) O alto custo dificulta a sua escolha como energia alternativa, além do impacto visual e sonoro considerável para os moradores ao redor, pode haver interferência no fluxo migratório das aves e prejudicar o turismo.
(D) Apresenta alto custo para sua produção, sendo capitada durante o dia, é pouco eficiente comparada a outras fontes e energia, além de necessitar de um sistema de armazenamento eficiente.
(E) Apesar de ser renovável, pode provocar o esgotamento do solo, desmatamento de florestas e destruição de habitats, possui um menor poder calorífico quando comparado com outros combustíveis além de contribuir para formação de chuvas ácidas.

4ª) (FGG – CH) A imagem representa um esquema de produção de energia a partir de uma termoelétrica.


Assinale a alternativa que descreve corretamente a produção de energia a partir de biomassa.

(A) O processo se inicia a partir da queima do carvão mineral que, por meio do calor, aquece os dutos de água armazenada, formando vapor. Em seguida, o vapor gira a turbina e segue para o condensador. A turbina, por sua vez, é acoplada a um gerador que transforma energia mecânica ou cinética em energia elétrica. No decorrer do processo a energia produzida passa pelo transformador que modifica os níveis de tensão e corrente elétrica, mantendo a potência constante de um circuito para outro. Por fim, a energia é transmitida para a rede elétrica e aproveitada em indústrias, comércios e domicílios.

(B) O processo se inicia a partir da captação do vento que gira as hélices (turbina). A turbina, por sua vez, é acoplada a um gerador que transforma energia mecânica ou cinética em energia elétrica. No decorrer do processo a energia produzida passa pelo transformador que modifica os níveis de tensão e corrente elétrica, mantendo a potência constante de um circuito para outro. Por fim, a energia é transmitida para a rede elétrica e aproveitada em indústrias, comércios e domicílios.

(C) O processo se inicia a partir do barramento de um curso fluvial (rio). Em seguida a água percorre canais por meio da gravida até chegar a turbina e movimentá-la. A turbina, por sua vez, é acoplada a um gerador que transforma energia mecânica ou cinética em energia elétrica. No decorrer do processo a energia produzida passa pelo transformador que modifica os níveis de tensão e corrente elétrica, mantendo a potência constante de um circuito para outro. Por fim, a energia é transmitida para a rede elétrica e aproveitada em indústrias, comércios e domicílios.

(D) O processo se inicia a partir da queima de resíduos sólidos ou do metano produzido pela decomposição de matéria orgânica. A combustão produz calor que aquece os dutos de água armazenada, formando vapor. Em seguida, o vapor gira a turbina e segue para o condensador. A turbina, por sua vez, é acoplada a um gerador que transforma energia mecânica ou cinética em energia elétrica. No decorrer do processo a energia produzida passa pelo transformador que modifica os níveis de tensão e corrente elétrica, mantendo a potência constante de um circuito para outro. Por fim, a energia é transmitida para a rede elétrica e aproveitada em indústrias, comércios e domicílios.

(E) O processo se inicia por meio da fissão nuclear que é a quebra do núcleo de um átomo instável em dois núcleos menores e mais leves (bário e criptônio) através do bombardeamento por partículas como nêutrons. O processo libera energia (calor), radiação gama e alguns nêutrons, gerando uma divisão em cadeia. O calor aquece os dutos de água armazenada, formando vapor. Em seguida, o vapor gira a turbina e segue para o condensador. A turbina, por sua vez, é acoplada a um gerador que transforma energia mecânica ou cinética em energia elétrica. No decorrer do processo a energia produzida passa pelo transformador que modifica os níveis de tensão e corrente elétrica, mantendo a potência constante de um circuito para outro. Por fim, a energia é transmitida para a rede elétrica e aproveitada em indústrias, comércios e domicílios.

5ª) (Adaptada FGG) ENERGIA NUCLEAR.

Rosa de Hiroxima
Pensem nas crianças
Mudas telepáticas
Pensem nas meninas
Cegas inexatas
Pensem nas mulheres
Rotas alteradas
Pensem nas feridas
Como rosas cálidas
Mas, oh, não se esqueçam
Da rosa da rosa
Da rosa de Hiroxima
A rosa hereditária
A rosa radioativa
Estúpida e inválida
A rosa com cirrose
A anti-rosa atômica
Sem cor sem perfume
Sem rosa sem nada
(Vinícius de Moraes)

O poema refere-se à Rosa de Hiroxima como “radioativa, estúpida, inválida”, destacando os efeitos nocivos da radioatividade, um dos subprodutos da energia nuclear e que pode vazar para o ambiente através do lixo atômico ou por acidentes, como o que ocorreu na usina nuclear de Chernobyl, na Ucrânia. Assinale a alternativa que não se relaciona ou apresenta-se de forma incoerente com a energia nuclear.

(A) Controle internacional sobre a geração de energia nuclear e a legislação ambiental rígida, que restringem a construção de usinas pelos países que não seguem as normas.
(B) O urânio é um recurso mineral não renovável encontrado na natureza, que também é utilizado na produção de material radioativo para uso na medicina.
(C) O princípio de funcionamento de uma usina nuclear é a utilização do calor (termo) para gerar eletricidade. O calor é proveniente da queima do combustível (urânio).
(D) Por ser uma fonte de energia altamente concentrada e de elevado rendimento, diversos países utilizam a energia nuclear como opção energética, principalmente, devido à pequena dimensão territorial.
(E) O Brasil possui usinas nucleares no litoral do estado do Rio de Janeiro, em Angra dos Reis, (Angra 1 e Angra 2). A construção da usina nuclear Angra 3, que estava paralisada desde 1986, teve sua licença ambiental aprovada em julho de 2008.

6ª) (FGG – CH) Leia.

CEARÁ É DESTAQUE NO FÓRUM NACIONAL EÓLICO


O secretário Executivo de Energia e Telecomunicações da Secretaria da Infraestrutura do Ceará, Adão Linhares, apresentou ao mercado de energia eólica do Brasil as experiências e os avanços do estado na área durante a 11ª edição do Fórum Nacional Eólico, realizado em Natal, no Rio Grande do Norte. O evento é considerado o mais importante encontro de investidores do setor no país, reunindo órgãos do setor elétrico, governos, empreendedores e representantes da cadeia de produtos e serviços para discutir aspectos regulatórios e econômicos do setor.
Pioneiro no estímulo à geração eólica no Brasil, o Ceará está entre os três principais geradores de energia a partir do vento do país, tendo a eólica como a segunda principal fonte de energia do estado, com 81 usinas em operação. O Ceará também é pioneiro no mapeamento do potencial eólico disponível, tendo lançado o primeiro Atlas Eólico do país, há vinte anos. “Agora, contando com as novas tecnologias existentes, atualizamos esses dados e temos hoje um atlas híbrido, eólico e solar, que nos traz dados ainda mais concretos e otimistas sobre o potencial do Ceará, apontando inclusive áreas antes pouco exploradas, como nas serras e dentro do mar”, destacou o secretário.
Além do destaque na geração de energia, Adão Linhares também reforçou que o estado conta ainda com uma extensa cadeia produtiva ligada ao setor, despontando na produção e exportação de equipamentos para os parques eólicos e concentrando um alto patamar de tecnologia trazida por empresas multinacionais. “Os bons resultados são reflexo da nossa posição favorável no mercado, (...). Além disso, as linhas de transmissão seguem em construção, com prazos de entrega antecipados”, explicou o secretário.
Ao lado de representantes de outros estados brasileiros, o Ceará reafirmou a projeção de dobrar sua capacidade de geração de energia eólica, entre 2019 e 2022, contribuindo significativamente para que o Nordeste se fortaleça como exportador de energia para o Sudeste do Brasil.

Fonte: https://www.ceara.gov.br/2019/08/16/ceara-e-destaque-no-forum-nacional-eolico/#:~:text=Pioneiro%20no%20est%C3%ADmulo%20%C3%A0%20gera%C3%A7%C3%A3o,com%2081%20usinas%20em%20opera%C3%A7%C3%A3o.

Com base no potencial da energia eólica cite 5 vantagens de sua produção.

1._______________________________
2._______________________________
3._______________________________
4._______________________________
5._______________________________

7ª) (FGG – CH) A respeito da energia hidroelétrica analise as seguintes proposições:

I- A energia hidrelétrica é a obtenção de energia elétrica através do aproveitamento do potencial hidráulico de um rio. Para que esse processo seja realizado é necessária a construção de usinas em rios que possuam elevado volume de água e que apresentem desníveis em seu curso.

II- A força da água em movimento é conhecida como energia potencial, essa água passa por tubulações da usina com muita força e velocidade, realizando a movimentação das turbinas. Nesse processo, ocorre a transformação de energia potencial (energia da água) em energia mecânica (movimento das turbinas). As turbinas em movimento estão conectadas a um gerador, que é responsável pela transformação da energia mecânica em energia elétrica.

III- A eficiência energética das hidrelétricas é muito alta, o investimento inicial e os custos de manutenção são elevados, incluindo o custo e o consumo exacerbado de água.

IV- Atualmente, as usinas hidrelétricas são responsáveis por aproximadamente 18% da produção de energia elétrica no mundo. Um dos fatores responsáveis para a instalação de usinas é a presença de rios intermitentes com características planas além de não demandar extensas áreas territoriais.

V- Por ser fonte de energia renovável, as hidrelétricas não geram poluentes e nem contribuem para o aquecimento global, porém, não está isenta de impactos ambientais e sociais. A inundação de áreas para a construção de barragens gera problemas de realocação das populações ribeirinhas, comunidades indígenas e pequenos agricultores.

VI- Os principais impactos ambientais ocasionados pelo represamento da água para a formação de imensos lagos artificiais são: destruição de extensas áreas de vegetação natural, matas ciliares, o desmoronamento das margens, o assoreamento do leito dos rios, prejuízos à fauna e à flora locais, alterações no regime hidráulico dos rios, possibilidades da transmissão de doenças, como esquistossomose e malária, extinção de algumas espécies de peixes.

Está correto o que se afirma em:
(A) I, II, IV e VI.
(B) I, II, IV, V e VI.
(C) II, III, V e VI.
(D) I, III, V e VI.
(E) I, II e VI.

8ª) (FGG – CH) A biomassa, por ser um tipo de matéria utilizada na produção de energia renovável, com a utilização de combustão de material orgânico produzida e acumulada em ecossistemas, contribui para o desenvolvimento sustentável. Contudo, não deve ser descartado as características negativas como

(A) o baixo custo de sua aquisição e a não emissão de dióxido de enxofre, tão poluente ao meio ambiente.
(B) a dificuldade na estocagem e no armazenamento dos resíduos.
(C) as sobras de cinzas que são menos agressivas ao meio ambiente que as provenientes de combustível fósseis.
(D) a menor corrosão dos equipamentos e a diminuição dos riscos ambientais.
(E) a redução de gases do efeito estufa e a promoção da sustentabilidade.

9ª) (FGG – CH) Obra da prefeitura causa polêmica no Parque dos Resedás (


Travessia: trecho passa por área de preservação e é bastante utilizado pelos moradores (Divulgação/Prefeitura de São João).

A criação de uma travessia entre os Parques dos Resedás 1 e 2 tem sido questionada. Executada pela prefeitura, a obra objetiva oferecer maior segurança neste trecho, que até então era uma trilha de terra batida bastante utilizada pelos pais que levam seus filhos para a Escola Municipal ‘Antonio dos Santos Cabral’ e para a creche ‘Terezinha Domenicheli Rossi’. Ao todo são 800 crianças frequentando as unidades de ensino – 650 alunos na escola e mais 150 na creche, conforme dados do Departamento de Educação.
A concretagem do local teve início na sexta-feira (7) e foi tema de polêmica nas redes sociais.
Muitos moradores das imediações elogiaram a medida, destacando que trará mais segurança e facilitará o acesso à escola e à creche. “Aqui muitas mães usam esse caminho para facilitar e até mesmo conseguir ir trabalhar sem se atrasar para o serviço, pois dar a volta [por outro trecho] é muito longe e carregar crianças no colo não dá, já que têm mães que possuem mais de um filho”, publicou uma internauta, em um post sobre o tema.

QUESTIONAMENTOS
Em contato com O MUNICIPIO, um leitor relatou que a obra estaria sendo realizada em uma área de preservação e que há outros trajetos seguros que os moradores locais podem percorrer para levar seus filhos à unidade de ensino, como a avenida Santo Pelózio – asfaltada recentemente –, bem como toda a volta da área – de aproximadamente 500 metros – que também é toda asfaltada e iluminada.
Segundo o leitor, ainda há uma canalização de esgoto que fica exatamente embaixo do trilho que está sendo concretado e que corta a área de preservação. “Essa canalização tem respiros que saem em bocas de concreto, exatamente no meio do trilho que estão concretando e, frequentemente, vaza esgoto em toda a área. E, pelo que se sabe, é uma obra irregular da Sabesp”, afirmou. “Além disso, ao lado do trilho existe uma nascente que é protegida pela área original, há bem menos dos 25 metros de proteção exigidos por lei”, completou o denunciante.

SEGURANÇA
Outro ponto indagado pelo leitor é em relação à segurança no trânsito e o risco de acidentes ocorrerem no local, assim que a obra for concluída. “Além da avenida Santo Pelózio, existe um contorno todo asfaltado que possibilita que as pessoas deem a volta na área e saiam na escola e na creche sem prejuízo algum às crianças. O trilho também é usado por motos, bicicletas e até carros, que, com a concretagem, irão poder ter a velocidade aumentada e, por certo, irão gerar acidentes”, alertou.
“Não é possível abrir uma rua segura no local, por ser de preservação e por questões de engenharia. É uma barragem de um antigo açude e tem mais de cinco metros de altura em alguns pontos. Isso vai colocar em risco as crianças, que podem cair dali, além de forçá-las a passar entre cobras e outros animais que frequentemente cruzam o trilho. Não é possível impedir que carros e motos usem a passagem, o que pode provocar transtornos de toda ordem”, disse o leitor, destacando ainda que não será possível iluminar a passagem, o que poderá gerar graves problemas de segurança.
De acordo com o denunciante, a descaracterização da área, facilitará ações como o descarte de lixo, incêndios e derrubada de vegetação, contribuindo para a proliferação de vetores da dengue e outras doenças, uma vez que também diminuirá o habitat de animais controladores da população de insetos e escorpiões, como sapos, rãs, gambás e outros.

SEGUINDO A LEI
Diante destes questionamentos, a Prefeitura de São João da Boa Vista informou que esta obra é uma reivindicação dos moradores do bairro e está sendo executada obedecendo às normas da Lei Federal nº 12.651/2012, popularmente conhecida como Novo Código Florestal.
De acordo com o Departamento de Meio Ambiente, Agricultura e Abastecimento, a legislação permite que em áreas de preservação permanente possam ser realizadas atividades de utilidade pública, de interesse social e de baixo impacto ambiental, dentre as quais se incluem abertura de vias para travessia de pessoas, obras de saneamento básico e iluminação.
Já com relação à segurança, a prefeitura informa que não será permitida a passagem de veículos e o local será de acesso somente para os pedestres.

Fonte: http://www.omunicipio.jor.br/wordpress/2020/02/12/obra-da-prefeitura-causa-polemica-no-parque-dos-resedas/

A polêmica da construção do trilho pode ser justificada pelo não cumprimento dos pilares básicos da sustentabilidade que menciona a importância do desenvolvimento ocorrer de forma socialmente justa, ecologicamente correta, economicamente viável e culturalmente diverso. Com base nesses pilares é correto inferir que

(A) a obra não é economicamente viável por se tratar de grande demanda de matéria-prima, tempo e capital.
(B) o socialmente justo não é caracterizado em nenhum momento, tendo em vista que a obra atende apenas estudantes que fazem o trajeto.
(C) o ecologicamente correto ficou de lado quando a obra passou a não respeitar a legislação vigente seguindo as orientações do Novo Código Florestal.
(D) apesar de ser uma obra de baixo impacto ambiental, não se deve desconsiderar os problemas ambientais provocados, tampouco as necessidades básicas da população.
(E) a obra, por ser de utilidade pública, atende o quesito socialmente justo e por isso deve ser desconsiderado o ecologicamente correto.

10 - (FGG – CH) Muitas pessoas não sabem, mas, em alguns casos, o consumo exagerado pode se tornar uma doença, uma espécie de vício: a pessoa consumista só consegue obter prazer ou se sentir bem ao comprar coisas, mesmo que não tenha condições ou utilidade. Compram produtos de forma exagerada, sem ter a necessidade destes, e que muitas vezes nem serão utilizados. O descontrole e a falta de consciência fazem com que a pessoa seja levada pelo impulso da compra e o desejo de suprir suas necessidades, que na maioria das vezes, nem ela mesmo sabe quais são. O limite que separa o consumo exagerado de uma mera extravagancia é o prejuízo que este comportamento causa na vida da pessoa.
Entre as características de uma pessoa que não adota hábitos sustentáveis, estão:

(A) Comprar coisas sem necessidade ou utilidade; Comprar coisas que não usa ou o objeto se torna um obstáculo; Gasta mais do que ganha e compra mesmo que não tenha o valor; Sente alivio imediato e momentâneo no momento da compra;
(B) Apaga as luzes ao sair dos ambientes; Fechar a torneira enquanto ensaboa as louças, lava as mãos ou escova os dentes, por exemplo, diminuindo o desperdício; Desligar os aparelhos eletrônicos que não estão em uso da tomada;
(C) Colocar os alimentos dentro da geladeira somente quando já esfriaram; Planejar as compras de alimentos e de roupas; Compra produtos de produtores locais;
(D) Aproveitar os papéis, utilizando frente e verso das folhas; Reduzir a papelada optando por contas digitais e recusando notas fiscais físicas, por exemplo; Optar, sempre que possível, pelo transporte coletivo ou compartilhado; Procurar utilizar bicicleta para se locomover, ao invés de carros ou motos;
(E) Reutilizar embalagens e objetos; Separar o lixo orgânico e reciclável, mesmo sem coleta seletiva, e faz o descarte correto dos itens, como pilhas e baterias; Ler os rótulos e busca a origem dos alimentos ou produtos, além de pesquisar sobre o processo produtivo; Priorizar produtos feitos com material reciclado e produtos orgânicos;

GABARITO:

1ª C
2ª E
3ª B
4ª D
5ª C
6ª Vantagens da energia eólica

  • Diminuição da dependência de combustíveis fósseis.
  • Redução da emissão de dióxido de carbono na atmosfera.
  • É inesgotável.
  • Ótima rentabilidade de investimento (em cerca de 6 meses recupera a energia gasta com a instalação e manutenção)
  • Geração de emprego nas regiões.

7ª E
8ª B
9ª D
10ª A

Nenhum comentário:

Postar um comentário