Páginas

sexta-feira, 6 de setembro de 2019

QUESTÕES DE VESTIBULAR E ENEM SOBRE PROCESSO DE URBANIZAÇÃO

20ª) (FGG) Leia.
“As cidades globais, também conhecidas como metrópoles mundiais, são grandes aglomerações urbanas que funcionam como centros de influência internacional. Estão no topo da hierarquia urbana. São dotadas de técnica e conhecimento em serviços de elevada influência nas decisões vinculadas à economia globalizada e ao progresso tecnológico.”

De acordo com os critérios estabelecidos para se classificar uma cidade global, Londres se enquadra nesse conceito pois
(A)Abriga uma grande população de executivos de multinacionais e o maior número de filiais asiáticas das maiores firmas globais.
(B)Cidade mais populosa do Hemisfério Sul, é o principal motor econômico-financeiro de decisões corporativas da América Latina.
(C)Tradicional centro industrial, financeiro e tecnológico, tornou-se a capital mundial do design.
(D)A Big Apple conta com trunfos formidáveis, como Wall Street, imensos conglomerados de mídia e uma colossal indústria do turismo.
(E)  a abertura econômica, a eficiência do sistema financeiro e uma infraestrutura implacável fazem com leve o título da cidade mais globalizada do planeta.

21ª) (FGG) Leia o fragmento.
As cidades mais influentes do mundo foram classificadas em três diferentes classes (Alfa, Beta e Gama). Sendo a classe Alfa as cidades de maior influência no planeta, a Beta, intermediária, e a Gama corresponde às cidades globais de menor expressão mundial.

Com base na classificação das cidades globais assinale o item que não corresponde um critério estabelecido para esta definição.
(A) São centros financeiros mundiais e sedes de empresas multinacionais.
(B) Apresentam sistema de transportes complexos e diversificados (rodoviárias, metro, avenidas, aeroporto internacional, etc.), além de infraestrutura tecnológica sofisticada.
(C)São definidas pelo quantitativo demográfico responsável pela atração de indústrias multinacionais.
(D) Podem apresentar elevada concentração populacional, forte economia, dinâmica e diversificada, forte urbanização e mercado de trabalho intenso.
(E)  Apresentam elevada diversidade de serviços (administrativos, educacionais, financeiros, científicos e tecnológicos);

22ª) (Unifesp-SP) No Brasil, em decorrência do processo de urbanização, verificou-se uma intensa metropolização, da qual resultaram:
(A) cidades médias, que se industrializaram após a abertura econômica da década de 1990, como Campinas e Ouro Preto.
(B) metrópoles nacionais, sedes do poder econômico e político do país, como São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro.
(C) cidades mundiais, que receberam vultosos investimentos externos no início do século XXI, como Belo Horizonte e Rio de Janeiro.
(D) megacidades dispersas pelo país, graças ao retorno de imigrantes, como Manaus, Goiânia e Curitiba.
(E)  metrópoles regionais, que constituem a primeira megalópole do país, como Fortaleza, Recife e Salvador.

23ª) (PUC-SP) Leia o texto.
“É comum encontrar, nas referências sobre a urbanização no século XX, menções ao fato de ela ter sido fortemente marcada pela metropolização. De fato, as metrópoles são fundamentais para se entender a vida urbana contemporânea.”

A respeito das metrópoles modernas brasileiras, pode-se afirmar que:
(A) não são aglomerações tão grandes quanto as de outros países, porque elas são fragmentadas em vários municípios, como no caso de São Paulo.
(B) são configurações cujas dinâmicas, em alguns casos, levaram seus limites para além do núcleo municipal de origem, formando aglomerações multimunicipais.
(C) elas são aglomerações modestas em razão da inviabilidade de se administrar em países pobres áreas urbanas de grande porte.
(D) apenas uma delas pode ser considerada de fato metrópole, logo, não se pode afirmar que no Brasil houve uma urbanização metropolitana.
(E)  elas estão com o seu crescimento paralisado, sofrendo, em alguns casos, encolhimento, em função de novas políticas de planejamento.

24ª) (ESPM- Adaptada FGG) Leia o fragmento.
“Urbanização é o nome do processo que ocorre quando a população urbana cresce num ritmo mais rápido do que a população rural. Normalmente isso ocorre quando, por algum motivo, começa a haver uma intensa migração de pessoas do campo para a cidade, ou seja, um êxodo rural. Na maior parte das vezes, esse movimento migratório tem a ver com o processo de industrialização, que faz com que as cidades se tornem atraentes em função do surgimento de novas vagas de emprego.”

Observe os conceitos urbanos abaixo e indique a alternativa que apresenta a definição e o exemplo correto:
(A) Macrocefalismo – planejamento urbano adequado. Exemplo: Tóquio.
(B) Metrópole – conjunto de municípios que se aglomeram em torno de outro principal. Exemplo: Londrina.
(C) Megalópole – fusão de metrópoles. Exemplo: Washington-Boston.
(D) Conurbação – distanciamento repulsivo entre dois municípios ou mais. Campinas-São Paulo.
(E)  Cidade global – cidade com capacidade de polarização internacional. Exemplo: Santiago.

25ª) UNCISAL – Tendo como referência o texto abaixo, assinale a opção correta.
“As cidades milionárias (com mais de um milhão de habitantes) que eram apenas duas em 1960 – São Paulo e Rio de Janeiro são cinco em 1970, dez em 1980, doze em 1991, treze em 2000 e quinze em 2010 (IBGE). Esses números ganham maior significação se nos lembrarmos que, historicamente, em 1872 a soma total das dez maiores cidades brasileiras não alcançavam um milhão de habitantes, pois somavam apenas 815.729 pessoas. Esta é a nova realidade da macro urbanização ou metropolização brasileira” (Adaptado. Santos, M. Urbanização Brasileira).

(A)   No Brasil, a modernização do campo teve relação direta com a aceleração da urbanização, caracterizada por uma metropolização que se disseminou por várias regiões brasileiras.
(B)   Embora no mundo globalizado a tendência migratória campo-cidade seja pequena, o Brasil, em função da desorganização econômica e social e das ilusões de que a vida nas cidades apresenta mais perspectivas, mantém taxas elevadas de fluxo migratório.
(C)   Um ritmo de metropolização tão elevado, como o do Brasil, corresponde a índices equivalentes de crescimento industrial. Assim, a maior parte da população que se dirige às cidades é empregada no setor secundário.
(D)   Embora o ritmo de urbanização e metropolização no Brasil tenham sido muito elevados, o fenômeno ficou restrito às regiões Sul e Sudeste, pois foi justamente nessas regiões que ocorreu o maior crescimento industrial.
(E)    A urbanização brasileira, com seu caráter metropolitano, indica definitivamente a passagem de nosso país para o estágio de país desenvolvido e moderno. Sabe-se que todos os países considerados desenvolvidos são aqueles que apresentam elevados índices de urbanização.

26ª) UFAL – Sobre o tema “Urbanização”, analise as afirmações a seguir:
I-   A partir do final do século XIX, houve nos países desenvolvidos um processo de suburbanização da população de maior poder aquisitivo, que procurava distanciar-se das concentrações populacionais e industriais e dos problemas ambientais dos centros urbanos.
II- A partir da década de 1950, houve uma ampliação considerável da superfície ocupada pelas cidades nos países subdesenvolvidos, num ritmo muito mais intenso do que o verificado nos países onde a urbanização acontecera há mais tempo.
III-         Toda cidade é uma forma de organização complexa, do ponto de vista socioespacial, pois seu desenvolvimento depende da infraestrutura administrativa, cultural e tecnológica.
IV-         A cidade surgiu com as primeiras civilizações da Antiguidade, mas foi a partir da Revolução Industrial que surgiu o maior desenvolvimento urbano de toda a História da humanidade.
Está(ão) correta(s):
(     A)  I e II.
(     B)  II e IV.
(     C)  II e III.
(     D)  I, II e III.
(     E)  I, III e IV.

27ª) (UFF-RJ) Os mapas ilustram o processo de urbanização do território brasileiro ao longo da última metade do século XX.


Analisando a geografia da urbanização brasileira, pode-se afirmar que:
(A) o fenômeno urbano no Brasil caracteriza-se pelo crescimento homogêneo das cidades na região Centro-Sul – sobretudo por causa da difusão das indústrias – e bastante heterogêneo no Nordeste, graças ao domínio dos latifúndios.
(B) as cidades brasileiras ganharam expansão sob os eixos norte-sul (1970) e leste-oeste (1996), concentrando o maior número da população brasileira e acompanhando as mudanças no processo das migrações regionais.
(C) esse processo de urbanização acompanha a concentração industrial e de serviços e forma uma rede urbana polarizada pelas metrópoles nacionais e regionais da faixa leste do território brasileiro.
(D) a urbanização das regiões agrícolas marca uma mudança no eixo da urbanização, pois seu crescimento econômico é responsável pela atual interiorização da concentração de cidades, em detrimento das concentrações urbanas tradicionais.
(E)  a pequena expressão da urbanização nas regiões Norte e Centro-Oeste deve-se ao fato de as condições naturais apresentarem-se pouco propícias à industrialização e à concentração demográfica observadas nas regiões Sudeste e Sul.

28ª) (UFSCAR) Com a acelerada urbanização da humanidade e o advento de gigantescas aglomerações urbanas, os especialistas no tema e as organizações internacionais logo criaram novos conceitos para dar conta dessas realidades. Dentre eles, existem os conceitos de megalópole, megacidade e cidade global. A respeito desses conceitos, seria correto afirmar que:
I-              Megalópole é uma gigantesca aglomeração urbana, com mais de 10 milhões de habitantes e onde há conurbação de inúmeras cidades vizinhas.
II-            Cidade global é uma imensa área urbana com uma população de no mínimo 10 milhões de habitantes.
III-           Megacidade é uma gigantesca aglomeração urbana com no mínimo 10 milhões de habitantes.
IV-           Megalópole é uma região superurbanizada onde, numa pequena extensão de um território nacional, se concentram várias cidades milionárias, que possuem uma vida econômica bastante interligada.
São verdadeiras as afirmativas:
(     A)  I e II.
(     B)  II e III.
(     C)  III e IV.
(     D)  I e IV.
   E) II e IV.

BONS ESTUDOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário